Pela primeira vez, no último sábado (17), os pais e alunos voltaram a creche Gente Inocente, em Janaúba, no Norte de Minas, após o ataque do vigia local que deixou 14 pessoas mortas em outubro do ano passado. A nova creche foi construída por empresários locais e deve começar a funcionar no segundo semestre deste ano.

O novo espaço ganhou o nome da professora Heley Batista que foi responsável por salvar várias crianças no dia do ataque, no entanto ela não resistiu às queimaduras e acabou morrendo.

A nova creche foi construída no mesmo lugar onde funcionava a Gente Inocente, no bairro Rio Novo. A capacidade de vagas foi reduzida, por questões de segurança, para 40 alunos de 0 a 4 anos. Antes eram 75 vagas.

Continua após a publicidade

O ataque a creche

No dia 5 de outubro de 2017 o vigia Damião Soares dos Santos, de 50 anos, ateou fogo no próprio corpo e abraçou algumas crianças que estudavam na creche “Gente Inocente”. Treze pessoas morreram em decorrência do crime, além do autor do ataque.

No momento da tragédia, 75 crianças e 17 funcionários estavam na escola


Comments are closed.