Um casal de Uberlândia entrou numa fria ao cair na conversa de um homem e no que pode ser o mais novo golpe do mercado. Eles foram enganados por uma pessoa que se passou por motorista de aplicativo Uber. O casal comprou o carro recentemente e dividiu em 36 meses. O carnê está em dia. As parcelas são de R$ 694, valor muito alto para quem ficou sem o carro.

Como o veículo estava parado na garagem, o casal resolveu alugar para o motorista de um aplicativo. O contrato foi feito em cartório, mas já no primeiro mês o pagamento não veio no valor integral. Na cobrança, a negociação tomou outro rumo.

José Ribamar Oliveira Santos foi até a casa do suspeito Rafael de Oliveira Santos exigir o pagamento. Com a negativa, ele quis o carro de volta, mas o suspeito acelerou o veículo e fugiu.

Continua após a publicidade

O caso foi registrado na Polícia Militar (PM) como apropriação indébita. As vítimas foram ouvidas na delegacia e o processo já está na justiça com audiência marcada para 12 de abril no Juizado Especial de Uberlândia.

Antes de todo este processo, José Ribamar tentou um acordo amigável com o locatário, que até postou fotos com o carro nas redes sociais. No post ele agradecia a Deus por mais um dia.

O casal tem várias conversas pelo WhatsApp tentando reaver o carro. Rafael diz que está no Maranhão e aguarda pagamento de R$ 500 e mais a gasolina do retorno para Uberlândia, para devolver o automóvel. Em uma das conversas, Rafael afirma que tinha 10 dias após o vencimento da primeira, de seis parcelas, para efetuar o pagamento de R$ 1.136.

O caso já foi registrado na Polícia Militar e Civil.

Fonte: Portal V9


Comments are closed.