Um sargento da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) foi morto a tiros na madrugada desta quinta-feira (21), após passar em uma armadilha para furar pneus de carros, na BR-050, em Uberaba. Ele voltava da cidade de Barretos, no estado de São Paulo, onde passava por um tratamento contra o câncer de mieloma múltiplo.

A vítima, Gilmar de Oliveira, de 51 anos, transitava pela rodovia junto de um amigo, cabo da PM, quando os pneus do veículo furaram ao passar pela armadilha, feita de pregos retorcidos.

Quando a dupla de policiais parou o carro no acostamento da estrada, dois homens armados surgiram de um matagal próximo à pista e anunciaram o assalto. Houve troca de tiros entre os militares e os dois suspeitos. Durante o conflito, Gilmar foi atingido por um tiro na cabeça.

Continua após a publicidade

A dupla de criminosos fugiu do local levando a arma do sargento, que chegou a ser atendido pelo corpo de bombeiros e encaminhado ao Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, mas não resistiu aos ferimentos. O cabo da Polícia Militar que acompanhava Gilmar não foi atingido. 

A Polícia Civil investiga o caso e a identidade dos autores, que ainda não foram encontrados.

 


Comments are closed.