Fugindo à lógica dos bandidos que após cometerem um crime lutam para não serem presos, um jovem de 18 anos simulou um assalto justamente para ser detido. O caso aconteceu em Governador Valadares, no Rio Doce, na última terça-feira (20).  Segunda Polícia Militar, o jovem contou que queria ser preso para não ser morto por traficantes.

Ainda de acordo com a polícia, o segurança de uma loja de celulares no centro da cidade, na avenida Minas Gerais, contou que o suspeito chegou ao estabelecimento e avisou para ele que iria simular um assalto. O jovem ainda pediu que ele acionasse a polícia, porque ele queria ser preso em flagrante. O crime ocorreu por volta de 18h. 

Logo em seguida ele tirou uma faca da cintura e anunciou o crime, gritando para os clientes e funcionários da loja ficarem quietos.  Um agente penitenciário que estava no estabelecimento viu a ação,  foi até seu carro pegou um revólver e rendeu o jovem, que foi obrigado a se deitar no chão e colocar as mãos para trás.

Continua após a publicidade

Rendido, ele ficou dizendo ao segurança que chegou conversando com ele e que se quisesse teria atacado: “você viu em meu olho que não sou um cara ruim”, disse o suspeito em um vídeo que circula na internet.

Tentativa frustrada 

Para os policiais, o jovem contou que é usuário de drogas e que estava devendo muito dinheiro para os traficantes, por isso foi jurado de morte. Para não morrer ele teve a ideia de simular um assalto e ser preso. Com isso ele espera mobilizar os familiares e amigos a pagarem a dívida que ele tem com os criminosos.

O jovem não tinha passagens pela polícia, ele foi encaminhado a um hospital da cidade onde foi atendido e liberado. O suspeito foi detido em flagrante e levado para a Delegacia de Polícia Civil de Governador Valadares.

A tentativa de ser preso acabou sendo frustrada já que o delegado ouviu e liberou o jovem por ele ser réu primário e não ter chegado a cometer o assalto. 


Comments are closed.