Leobardo Vázquez Atzin foi assassinado a tiros no estado de Veracruz / foto: Reprodução – Facebook

O jornalista Leobardo Vázquez Atzin foi assassinado a tiros no estado de Veracruz, no leste do México, informou nesta quarta-feira à AFP a Comissão Estatal para a Atenção e a Proteção de jornalistas (CEAPP).

O crime ocorreu “diante de sua residência”, onde o jornalista foi baleado”, disse Ana Laura Pérez, presidente da comissão em Veracruz.

Continua após a publicidade

Estado mexicano de maior risco para o exercício do jornalismo, Veracruz tem forte presença do crime organizado.

De acordo com Pérez, o jornalista de 48 anos não havia reportado ameaças à CEAPP, mas alguns colegas afirmam que ele recebia ameaças.

Vázquez Atzin trabalhou para o jornal Opinión de Poza Rica até o fim do ano passado e atualmente administrava o site Enlace Informativo Regional, dentro do Facebook.

De acordo com um boletim policial ao qual a AFP teve acesso, a esposa de Vázquez estava dentro de casa quando ouviu três ou quatro disparos de arma de fogo”.

Ela encontrou o corpo do marido no chão, sem a presença dos criminosos.

Com mais de 100 profissionais dos meios de comunicação assassinados desde 2000, o México é considerado por organizações civis um dos países mais perigosos para exercer o jornalismo. Veracruz é o estado mais letal, com mais de 20 vítimas fatais.

* AFP


Comments are closed.