Moradores fecham, de novo, Via Expressa para pedir mais segurança no local

Pela segunda vez nesta quinta-feira (22), manifestantes fecharam a Via Expressa, em Contagem, na região Metropolitana de Belo Horizonte, após a morte por atropelamento de uma mulher de 33 anos nesta manhã. Os manifestantes pedem mais segurança no local As informações são da Polícia Militar

Os manifestantes colocaram fogo em pneus para interditar a via no sentido Ceasa. A PM acompanha a manifestação. O trânsito no local começa a ficar complicado. 

Mais cedo, de acordo com a Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes de Contagem (Transcon) o atropelamento da mulher ocorreu na avenida Helena de Vasconcelos Costa, no bairro Parque São João, no sentido Centro. A mulher morreu na hora.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Executivo da ONU elogia trabalho de recuperação da bacia do Rio Doce

Nova lei tenta coibir morte por falta de salva-vidas em clubes