Três assaltantes entraram em tiroteio com a Polícia Militar na manhã desta sexta-feira na BR-381, em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, após roubarem um carro em Contagem e baterem o veículo na beira da rodovia. Dois dos assaltantes são menores de idade, com 16 e 17 anos. Eles foram detidos e o terceiro suspeito está foragido.

A vítima do roubo, que não será identificada, contou à reportagem que por volta de 10h20 estava saindo de uma oficina no bairro Flamengo, em Contagem, onde havia trocado o óleo do carro, quando um homem entrou na frente do veículo. Pensando que seria um pedestre, a vítima parou o carro e foi abordada pelos três assaltantes. “Eu achei que ele fosse pedestre. Aí ele tirou o revólver, pôs na minha cabeça e falou ‘perdeu perdeu perdeu, desce desgraçado, desce’. Eu peguei e saí do carro, super nervoso. O outro assaltante já veio, sentou no banco do passageiro e falou ‘pega o celular dele, pega o celular dele’, e o outro já entrou no banco de trás”, contou.

Segundo o tenente Leonardo Lemos, do 2º Batalhão de Policiamento Especializado de Contagem, após a vítima acionar a Polícia Militar, oficiais rastrearam o veículo roubado e o seguiram. Ao avistarem as viaturas, criminosos atiraram contra os policiais e um tiroteio teve início. Um dos tiros disparados pelos oficiais atingiu o pneu do carro conduzido pelos criminosos, que perdeu o controle e bateu. “Os militares sabiam que a BR estava congestionada, foram por dentro dos bairros e chegaram ao local para fazer o cerco e o bloqueio. Lá, eles desembarcaram e esperaram a proximidade do veículo. Esse veículo visualizou, tentou jogar o carro em cima da viatura e os assaltantes efetuaram os disparos contra os militares, que dispararam em legítima defesa”, explicou.

Continua após a publicidade

Os três suspeitos tentaram fugir, mas apenas um conseguiu se esquivar dos policiais. Um deles foi detido pelos militares durante a tentativa de fuga e o outro, baleado, foi socorrido. Ele foi baleado na perna e na lombar, encaminhado inicialmente para a UPA de Contagem e transferido, posteriormente, para o Hospital Regional de Betim, onde, segundo a PM, está internado e não corre risco de morte.

Segundo o tenente Leonardo Lemos, polícia ainda não sabe se menores apreendidos têm passagem pela polícia. Para o tenente, tiroteio mostra que assaltantes têm ficado mais audaciosos em suas ações. “Foi uma troca de tiros intensa e percebe-se que eles não tiveram nenhum medo dos militares. Para tentar se safar de qualquer maneira, além de tentar jogar o carro para cima dos militares, eles ainda efetuaram disparos. Então mostra que eles estão ficando mais audaciosos nas ações”, afirmou.

A vítima do roubo contou à reportagem que é a segunda vez que tem o carro roubado. Para ela, sensação era de que seria morta. “Na hora eu achei que eles iam me matar. Já saí do carro todo trêmulo e nisso já fui correndo para dentro da oficina. Eu pensei que eu iria morrer, porque a pessoa chega e coloca um revólver na sua cabeça. Mas Deus me livrou”, afirmou.


Comments are closed.