Cobrando pênalti, Philippe Coutinho marcou o segundo gol da vitória da Seleção Brasileira Fonte: AFP/Kurill Kudryavtsev

Com uma atuação consistente durante o segundo tempo, a Seleção Brasileira ganhou da Rússia por 3 a 0 na tarde desta sexta-feira. O time dirigido pelo técnico Tite bateu os donos da casa no Estádio Luzhniki, palco da final da Copa do Mundo no dia 15 de julho.

Após um primeiro tempo com escassas chances de gol, o time deslanchou na etapa final e conseguiu furar o bloqueio russo. O zagueiro Miranda abriu o placar, Philippe Coutinho aumentou em cobrança de pênalti e o volante Paulinho usou a cabeça para fechar o marcador.

Continua após a publicidade

No último amistoso antes da convocação definitiva para a Copa do Mundo, a Seleção Brasileira reencontra a Alemanha às 16h45 (de Brasília) de terça-feira, no Estádio Olímpico de Berlim. O jogo marca o primeiro duelo com o adversário germânico após a goleada por 7 a 1 de 2014.

JOGO

O primeiro tempo do amistoso foi de poucas emoções no Estádio Luzhniki. A Seleção Brasileira dominou as ações e manteve a posse de bola durante a maior parte do tempo, mas não conseguiu furar o bloqueio russo para articular jogadas consistentes no campo de ataque.

A única oportunidade da Seleção Brasileira no primeiro tempo surgiu logo no começo da partida. Em jogada pelo lado direito, Daniel Alves descolou lançamento para Gabriel Jesus dentro da área. O atacante do Manchester City dominou e bateu de virada para defesa do goleiro Akinfeev.

A Rússia melhorou um pouco durante o primeiro tempo e também deu algum trabalho ao goleiro Alisson. Na melhor chance russa na etapa inicial, em uma tabela pelo lado esquerdo, Smolov cruzou rasteiro e Miranchuk completou por cima da meta brasileira.

A Seleção Brasileira voltou inspirada para a etapa complementar e inaugurou o marcador aos sete minutos do primeiro tempo. Willian cruzou pela direita e Thiago Silva cabeceou para defesa de Akinfeev. Miranda aproveitou o rebote e completou para o fundo das redes.

Amplamente superior, o time comandado pelo técnico Tite aumentou a vantagem aos 17 minutos do segundo tempo, quando Paulinho sofreu pênalti de Golovin. Encarregado de executar a cobrança, Philippe Coutinho bateu no canto esquerdo de Akinfeev e converteu.

O terceiro e último gol da Seleção Brasileira no Estádio Luzhniki saiu aos 21 minutos da etapa complementar. O atacante Willian fez boa jogada pela direita e cruzou na medida para cabeçada certeira do volante Paulinho. Com vantagem confortável, a equipe visitante soube como manter sua meta intacta até o final.

Superesportes


Comments are closed.