Cleiton e Ana Karolina no momento da prisão

Um homem e uma mulher suspeitos de participação no latrocínio de uma idosa em Uberlândia no dia 22 de dezembro de 2017 foram presos em Patrocínio, no Alto Paranaíba, por suspeita de envolvimento com drogas e porte ilegal de munições.

A justiça de Uberlândia expediu mandados de prisão contra Cleiton Júnio Carrijo Nunes, de 38 anos, e Ana Karolina de Oliveira, de 28 anos, durante as investigações pelo roubo seguido de assassinato contra Marli Aparecida Santos, que tinha 72 anos. A idosa foi amarrada, amordaçada e morreu por asfixia dentro de casa, na Rua Prata, Bairro Nossa Senhora Aparecida, região central da cidade.

Continua após a publicidade

Cleiton e Ana Karolina foram presos em uma operação de rotina da Polícia Militar (PM) de Patrocínio na zona rural em uma estrada de terra de acesso ao povoado de Pedros. Eles estavam em um veículo Santana, no qual foram encontradas duas munições de calibre .380 e uma porção de cocaína.

Identificados, ficou constatado mandados de prisão contra eles em Uberlândia. Cleiton assumiu a propriedade da droga e disse ser usuário. Em contato com a PM em Uberlândia, o V9 Vitoriosa foi informado que o homem e a mulher estavam relacionados no boletim de ocorrências do latrocínio de Marli Aparecida como testemunhas. No entanto, ao longo das investigações da Polícia Civil, descobriu-se evidências de que eles teriam envolvimento de fato com a morte da idosa.

* V9


Comments are closed.