Diz o ditado popular que quem nunca comeu melado, quando come se lambuza. E um homem de 42 anos resolveu abusar da sorte ao arrombar duas vezes num mesmo dia uma agência bancária, em Montes Claros, no Norte de Minas Gerais.

Segundo a Polícia Militar, o criminoso, de 42 anos, arrombou no mesmo dia por duas vezes uma agência do Banco do Nordeste que fica localizada no centro de Montes Claros. Na primeira vez, o homem invadiu a agência bancária, revirou e arrombou armários e levou uma bolsa de um homem que estava trabalhando no local. Como tudo deu certo na primeira vez, o bandido voltou a atuar, desta vez durante à noite.

Na última ação, o criminoso resolveu ser mais ousado. Pulou o muro da agência, cortou uma concertina e arrombou uma porta. Dentro da agência, nada de tentar explodir caixas eletrônicos como os bandidos fazem normalmente. O assaltante levou, debaixo do próprio braço, enrolada em um plástico, uma TV de LED de 32 polegadas. Saiu da agência com o prêmio sem se importar que as câmeras de segurança estivessem monitorando toda a ação criminosa.

Continua após a publicidade

Enquanto impune caminhava pelas ruas do Centro de Montes Claros, o assaltante foi surpreendido pela polícia que acabou com a farra do criminoso. Ao ser abordado pelos militares, o homem disse que é usuário de drogas e que trocou a bolsa furtada pela manhã por drogas e que iria fazer o mesmo com a TV que acabara de levar do banco.

A Polícia Militar informou que o autor dos crimes já tinha passagem por tráfico de drogas, furto e invasão de domicílio. O criminoso foi foi levado para a delegacia, onde foi autuado em flagrante e depois levado para o Presídio Regional de Montes Claros onde está preso.

EM DEPOIMENTO, BANDIDO DIZ QUE ERA FÁCIL ENTRAR NA AGÊNCIA

Mesmo depois de ser preso, a marra do assaltante não acabou. Ao ser indagado pelos militares que o conduziam até a delegacia de Montes Claros se não não achava disse seria descoberto pelo aparato de segurança do banco. Na resposta, o criminoso desdenhou das câmeras de segurança e disse que voltaria a praticar os crimes. “Voltei porque era muito fácil entrar lá. Pulei o muro, cortei a concertina, arrombei a porta sem nenhum dificuldade e levei o que quis”, destaca o bandido.


Comments are closed.