Na última sexta-feira, 23, uma equipe da Polícia Rodoviária Estadual realizava a operação “Fecha região” e, durante os trabalhos, encontrou na rodovia BR-154, altura do km 92, um veículo For/Eco Sport totalmente carbonizado. O carro estava a cerca de 35 quilômetros de Ituiutaba.

Ao verificar a placa do automóvel, os militares constataram que o mesmo havia sido roubado, dias antes, da casa de padres na cidade de São Simão, em Goiás.

A frente do automóvel estava posicionada sentido à cidade de Ituiutaba.

Continua após a publicidade

A Polícia Civil segue com as investigações sobre o caso.

O caso

Dois padres foram vítimas de agressões e de um assalto em São Simão. Segundo a Polícia Civil, o padre irlandês Thomas Eonna Oseaghdha, conhecido como Martins, e o padre Armando Ferreira Gomes foram feridos e amarrados por três homens armados que levaram dinheiro, um VW Fox da paróquia e objetos de valor.

O crime ocorreu na noite de quarta-feira (21). Conforme relato informal das vítimas à Polícia Civil, padre Martins voltava de uma bênção, no carro da igreja quando um trio o abordou, enquanto ele descia do veículo. Segundo o delegado Rafael Carmo, o pároco teria tentado reagir e foi agredido com socos, ficando o nariz quebrado.

Ainda segundo o relato das vítimas à corporação, o grupo entrou na casa, encontrou padre Armando e também o agrediu com uma coronhada na cabeça. “Eles amarraram os padres com trapos enquanto reviravam a casa. Depois, fugiram no carro dos padres. Estamos procurando imagens de câmeras de segurança que possam identificar os autores”, contou o delegado.

Consta nos registros da polícia que o trio levou roupas usadas pelos padres na celebração de missas, uma âmbula de ouro – recipiente usado para guardar hóstias, o passaporte do padre Martins, um celular, um relógio e uma quantia em dinheiro que os párocos guardavam em um cofre, mas o valor exato não foi revelado.

Com informações do Portal WaMídia e G1


Comments are closed.