Fonte: José Cruz/Agência Brasil

Um princípio de incêndio no Supremo Tribunal Federal (STF), na manhã de hoje (26) levou à interdição do anexo 2 da sede da Corte em Brasília, edifício no qual funcionam os gabinetes dos ministros.

Segundo informações preliminares fornecidas pelo Supremo, as chamas foram provocadas por um curto-circuito em um aparelho de ar-condicionado, sendo rapidamente controladas pelos bombeiros.

Continua após a publicidade

Não houve feridos, segundo STF, mas o prédio foi todo interditado para a averiguação dos danos do incêndio, que ocorreu na Seção de Processos Diversos, no segundo andar.

O STF informou não haver feridos, mas o prédio foi todo interditado para a averiguação dos danos do incêndio, que ocorreu na Seção de Processos Diversos, no segundo andar.

Por meio de nota, o Corpo de Bombeiros do Distrito Federal informou que as chamas tiveram início às 8h, quando havia poucas pessoas no local. Nenhuma precisou de atendimento médico. O laudo pericial sobre as causas do incêndio ficará concluído dentro de 30 a 40 dias, diz o texto.

Agência Brasil


Comments are closed.