Menos de 24 horas após um vídeo circular nas redes sociais e meios de comunicação com formigas atacando bebês no Centro de Terapia Intensiva (CTI) neonatal da Maternidade Odete Valadares, em Belo Horizonte, a coordenadora do setor foi afastada das funções. A informação foi divulgada nesta terça-feira (27) pela Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig).

Segundo a assessoria de imprensa da fundação, a profissional, que não teve o nome divulgado, ficará afastada enquanto ocorre uma sindicância administrativa para apurar o caso e verificar possíveis omissões. Ao final da apuração, a instituição afirma que tomará as providências necessárias.

Paralelamente será realizada uma nova dedetização no CTI neonatal com a supervisão de uma equipe do setor. Anteontem, uma empresa de dedetização já havia sido acionada para aplicação de formicida mais potente. Enquanto isso, os bebês seguem internados em outros leitos.


Comments are closed.