Corinthians tenta superar os desfalques e chegar à segunda decisão consecutiva do Estadual Fonte: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

O Corinthians entra em campo na noite desta quarta-feira para fazer valer o seu mando de campo e, principalmente, impedir o que seria uma vaga histórica do São Paulo sobre o Alvinegro na semifinal do Campeonato Paulista, a partir das 21h45 (de Brasília), no estádio de Itaquera. Em desvantagem por causa da vitória tricolor por 1 a 0 no jogo de ida, o Timão tenta superar os desfalques e chegar à segunda decisão consecutiva do Estadual.

A responsabilidade, que parecia tranquila para os corintianos até o final de semana, muito por causa da ótima temporada 2017 dos comandados de Carille, cresceu quando o time foi dominado pelo rival no duelo de ida, criando pouca (ou nem uma) chance de gol no Morumbi. Do outro lado, os são-paulinos, que começaram o ano desacreditados, encaram a decisão como a forma de voltar a uma final após seis anos, e, mais que isso, conquistarem sua primeira glória na casa corintiana.

Continua após a publicidade

“A gente é capaz de reverter essa desvantagem, vamos jogar na nossa casa, com o apoio da nossa torcida. Acredito que na quarta-feira vai ser outro jogo”, comentou o meia Mateus Vital, que será responsável pela armação da equipe no meio-campo. Além dele, Carille ainda deve contar com o retorno de Clayson, prejudicado por um inchaço no joelho direito no jogo de ida, mas que treinou normalmente na terça.

As prováveis ausências, porém, ficam por conta dos selecionados Balbuena, Romero e Fagner, que não devem chegar a tempo de disputar a partida, além de Renê Júnior e Jadson, machucados. Rodriguinho fará teste no vestiário para saber se tem condições de jogar após sofrer uma contratura muscular na coxa esquerda e Emerson Sheik, que recebeu um descanso anteriormente, pode retomar a vaga no comando do ataque.

Mantendo o mistério, o São Paulo não deu pistas em relação à equipe titular, já que o treino da véspera do confronto decisivo foi fechado. A única certeza são as ausências de Cueva e Rodrigo Caio, convocados por suas respectivas seleções para os amistosos internacionais. O camisa 10 tricolor enfrentou a Islândia, nos EUA, enquanto o zagueiro não chegará a tempo de Berlim, onde o time canarinho encarou a Alemanha.

O clássico desta quarta-feira, que já seria importante apenas pelo fato de reunir os times donos das duas maiores torcidas de São Paulo, é ainda mais especial pelo grande tabu que cerca o duelo. O Tricolor jamais venceu na Arena Corinthians e não disputa uma final do Paulista desde 2006, quando amargou o vice-campeonato diante do Santos.

“Cada jogo tem um tabu e uma história. Temos a oportunidade de devolver a alegria ao nosso torcedor, e vamos com tudo em busca da classificação com a mesma vontade ou mais. Não podemos negociar atitude, isso não pode faltar, mas felizmente mostramos esta garra nos últimos jogos”, disse Tréllez, possível titular no setor ofensivo.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS X SÃO PAULO

Local: estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)

Data: 28 de março de 2018, quarta-feira

Horário: 21h45 (de Brasília)

Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias

Assistentes: Anderson de Moraes e Daniel Ziolli

CORINTHIANS: Cássio; Mantuan, Pedro Henrique, Henrique e Sidcley; Gabriel (Ralf), Maycon, Mateus Vital, Rodriguinho (Pedrinho) e Clayson; Júnior Dutra (Emerson Sheik)

Técnico: Fábio Carille

SÃO PAULO: Sidão; Militão, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Jucilei, Petros e Liziero; Marcos Guilherme, Nenê e Tréllez

Técnico: Diego Aguirre

Superesportes


Comments are closed.