Pela segunda vez neste mês, houve um rompimento em uma tubulação da mineradora Anglo American, em Santo Antônio do Grama, na Zona da Mata mineira, causando vazamento de polpa de minério de ferro no Ribeirão Santo Antônio.

Segundo a mineradora, a falha ocorreu por volta das 18h55 desta quinta-feira (29) e durou aproximadamente cinco minutos para ser estancada. Ainda de acordo com a Anglo American, não houve feridos e operações da empresa estão paralisadas.

Em 12 de março, a mesma falha ocorreu, afetando o córrego. À época, foram despejados 450m³ de minério durante 45 minutos, deixando a água marrom e obrigando que a captação e o abastecimento fossem suspensos. As atividades foram retomadas na última terça-feira.

Continua após a publicidade

Após o ocorrido, a Justiça da Comarca de Rio Casca determinou o bloqueio de R$ 10 milhões da mineradora. Uma audiência de conciliação está marcada para o dia 20 de abril.

Confira o comunicado da empresa

“A Anglo American informa que, por volta das 18h55 de hoje, foi identificado outro vazamento no mineroduto, próximo à estação de Bombas 2, em Santo Antônio do Grama. O vazamento de polpa de minério de ferro, material não perigoso, durou aproximadamente cinco minutos e já foi estancado. Não houve feridos. As operações da empresa estão paralisadas.

As autoridades e órgãos competentes já foram avisados. A empresa está mobilizando todos os esforços para ação imediata de resposta ao incidente e, tão logo tenha mais informações, divulgará à sociedade”. 


Comments are closed.