A Polícia Militar de Aiuruoca, no Sul de Minas Gerais, encontrou um galpão que era utilizado como estufa para o cultivo de maconha em um sítio na zona rural do município, após denúncia anônima. A proprietária do terreno, que é professora de yoga, foi presa em flagrante.

Foram encontrados dez pés de maconha plantados em baldes, além de 25 mudas em um tabuleiro de plástico com espuma. O espaço possui 16 metros quadrados.

A suspeita afirmou que não sabia que substâncias ilícitas eram cultivadas no local e informou que o galpão era utilizado pelo seu ex-marido, que mora em São Paulo. Ela afirmou ainda que pensava que a estufa era utilizada para plantação de tomates.

Continua após a publicidade

De acordo com a Polícia Civil, o local possui uma grande infraestrutura, o que chamou atenção dos policiais. O espaço conta com irrigação, climatização artificial, telha ecológica, além de um sistema de iluminação, com luzes rosas.

A estimativa do órgão é de que foram investidos cerca de R$ 15 mil.

Os materiais encontrados foram recolhidos e encaminhados à delegacia. A proprietária foi presa e transferida para o presídio de Caxambu (MG).


Comments are closed.