A Polícia Civil de Presidente Olegário prendeu um idoso de 75 anos acusado de matar a tiros outro idoso de 71 anos em Lagamar, no Noroeste de Minas

O crime ocorreu após a vítima, que trabalhava no cemitério local como coveiro, presentear a mulher do acusado com mudas de bananeira, o que deixou o homem de 75 anos com ciúme. O crime foi no começo de janeiro deste ano. A prisão foi realizada no final da tarde da última terça-feira (27).

Em um bar da pequena cidade – que tem 8 mil habitantes – os dois idosos discutiram pouco antes do assassinato. Outras pessoas que estavam no estabelecimento tentaram evitar o confronto. Um vídeo de circuito de segurança gravou toda movimentação na rua. A reportagem de O TEMPO teve acesso ao vídeo, mas decidiu não publicar porque as imagens são muito fortes.

Continua após a publicidade

Após a discussão, o acusado sacou um revólver calibre 32 e apontou na direção da vítima. As pessoas que tentavam evitar o crime se assustaram e correram, mas presenciaram o assassinato.

O homem de 75 anos disparou várias vezes contra o funcionário do cemitério local que, mesmo ferido, tentou reagir. Os dois trocaram socos em frente ao bar. Na sequência, a câmera de segurança flagra o acusado derrubando a vítima na calçada, toda ensanguentada. O idoso de 75 anos começa a dar socos na cabeça da vítima, que fica no chão.

O acusado deixa o local após o crime, enquanto o funcionário do cemitério ainda estava vivo. Pouco tempo depois ele morreu. O acusado de cometer o crime deve responder por homicídio triplamente qualificado. Pela legislação, se condenado, ele pode pegar até 30 anos de prisão. A pena ainda pode ser aumentada em um terço pelo fato de o crime ter sido contra pessoa com mais de 60 anos. 


Comments are closed.