Cerca de 1.700 pessoas fizeram fila para receber 2kg de peixe no bairro do Bonfim, região noroeste de Belo Horizonte.

O pescado, tradicional prato na sexta-feira da paixão, foi doado pelo comerciante Afonso Brade Teixeira, que há 27 anos, pratica a ação.

O doador se recusa a dizer quanto tirou do bolso para praticar a boa ação. “Faço isso apenas para ajudar. Já vi tantas histórias de famílias que passaram por aqui que me fazem ver crer que o que eu faço ainda é muito pouco”, declara o comerciante.

Continua após a publicidade

A fila, que começou na Praça do Peixe e chegou a tomar quase dois quarteirões da avenida Pedro II, começou a ser formada na manhã de quinta-feira.

O aposentado Antônio Rodrigues Filho festejava ter conseguido ser o primeiro da fila pelo terceiro ano consecutivo. Já pensando no almoço, seu Maninho como é conhecido o aposentado, afirmava que iria dividir os peixes com os filhos e amigos.

“Vou preparar o peixe fritinho, com arroz e vamos dividir a alegria juntos “, garantiu.


Comments are closed.