A Prefeitura de Betim afirmou que o menino Miguel, de 2 anos, desaparecido desde a tarde desta sexta-feira (30), não está em nenhuma unidade de saúde da cidade. Durante a manhã deste sábado (31), circularam pelas redes sociais informações falsas de que a criança teria sido encontrada em um hospital municipal. Ainda não há pistas da localização do menino. A Polícia Militar já trabalha com a tese de que Miguel pode ter sido raptado. 

Miguel desapareceu na sexta-feira (30) em uma mata no bairro Parque das Indústrias, em Betim. Por conta da tese de rapto, a PM já realizou uma apuração da cena em que o garoto sumiu, colhendo, por exemplo, a placa dos carros que estavam na região.

O desaparecimento aconteceu por volta das 12h quando o pai do garoto foi recolher lenha. O menino foi identificado apenas como Miguel e seria morador do bairro Betim Industrial.

Continua após a publicidade

Como ajudar?

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a população pode ajudar enviando informações pelo 190 e 197.

“A suspeita imediata é que a criança ainda continue aqui na mata mesmo, pois se perdeu aqui. Mas não é impossível (o rapto), até porque havia mais gente no local, então, há sim essa possibilidade, mas não temos confirmação ainda. Isso ficará a cargo da polícia investigar”, declarou o tenente Machado, do Corpo de Bombeiros.

O desaparecimento

A família da criança iria passar a noite na mata acampada. Quando o garoto sumiu, o pai começou as buscas, juntamente com a ajuda de outras pessoas, e acionou a Polícia Militar e os bombeiros.

Além das buscas terrestres, chamando pelo nome da criança, os bombeiros também usaram cães farejadores e o helicóptero Arcanjo, mas não houve sucesso. “Depois, nós chamamos alguns populares para nos auxiliar, sempre os guiando, pois assim conseguiríamos abranger uma área maior. Também foi utilizado o helicóptero Pégasus, com imagem infravermelha, mas também não foi visualizado nada”, completou o tenente Machado.


Comments are closed.