Eliminado na semifinal do Campeonato Mineiro, o América usa o período de 20 dias sem jogos para se preparar para a estreia na Série A do Brasileiro. O Coelho inicia a competição, às 11h do dia 15 de abril, no Independência, contra o Sport. Para a disputa da primeira divisão nacional, Enderson Moreira terá um grande desafio: melhorar o desempenho ofensivo da equipe.

O América é quem tem os piores números ofensivos entre os 20 clubes que disputam a Série A em 2018. A equipe comandada por Enderson Moreira balançou as redes apenas 15 vezes em 14 partidas disputadas na temporada. A média do Coelho é de 1,07 gol por jogo. Botafogo, com 1,12 (18 gols em 16 jogos), e Paraná, com 1,14 (16 gols em 14 jogos), vem na sequência.

Os três melhores clubes no quesito são Vitória (2,28 gols por jogo), Ceará (2,20) e Bahia (2,05). Há que se levar em conta a diferença na dificuldade das competições em disputa.

Continua após a publicidade

Em comparação com os dois rivais de Minas, o América fica atrás tanto em gols marcados quanto sofridos (veja o levantamento). Por sinal, o Coelho é o  somente o 12º melhor em desempenho defensivo entre os 20 clubes da Série A. A defesa é um dos pontos mais fortes da equipe desde o ano passado. Como a disputa da primeira divisão tem nível bem mais elevado, é bom também abrir o olho.

Confira o levantamento de gols dos 20 clubes da Série A do Brasileiro em 2018:

América – 15 gols em 14 jogos (sofreu 11)
média: 1,07 feitos / 0,78 sofridos

Atlético – 25 gols em 18 jogos (sofreu 10)
média: 1,38 feitos / 0,55 sofridos

Atlético-PR
 – 31 gols em 18 jogos (sofreu 9)
média: 1,72 feitos / 0,50 sofridos

Bahia – 35 gols em 17 jogos (sofreu 11)
média: 2,05 feitos / 0,64 sofridos

Botafogo – 18 gols em 16 jogos (sofreu 19)
média: 1,12 feitos / 1,18 sofridos

Ceará – 55 gols em 25 jogos (sofreu 21)
média: 2,20 feitos / 0,84 sofridos

Chapecoense – 23 gols em 19 jogos (sofreu 8)
média: 1,21 feitos / 0,42 sofridos

Corinthians – 24 gols em 19 jogos (sofreu 13)
média: 1,26 feitos / 0,68 sofridos

Cruzeiro – 27 gols em 15 jogos (sofreu 7)
média: 1,80 feitos / 0,46 sofridos

Flamengo – 27 gols em 17 jogos (sofreu 11)
média: 1,58 feitos / 0,64 sofridos

Fluminense – 30 gols em 18 jogos (sofreu 14)
média: 1,66 feitos / 0,77 sofridos

Grêmio – 26 gols em 18 jogos (sofreu 21)
média: 1,44 feitos / 1,16 sofridos

Internacional – 25 gols em 17 jogos (sofreu 11)
média: 1,47 feitos / 0,64 sofridos

Palmeiras – 33 gols em 18 jogos (sofreu 10)
média: 1,83 feitos / 0,55 sofridos

Paraná – 16 gols em 14 jogos (sofreu 14)
média: 1,14 feitos / 1,00 sofridos

Santos – 22 gols em 18 jogos (sofreu 18)
média: 1,22 feitos / 1,00 sofridos

São Paulo – 23 gols em 20 jogos (sofreu 13)
média: 1,15 feitos / 0,65 sofridos

Sport – 21 gols em 14 jogos (sofreu 11)
média: 1,50 feitos / 0,78 sofridos

Vasco – 35 gols em 18 jogos (sofreu 25)
média: 1,94 feitos / 1,38 sofridos

Superesportes/Rodrigo Melo


Comments are closed.