A família de Gedázio Souza Santos, de 54 anos, reclama de negligência médica nos postos de saúde de Uberlândia, que resultaram em seu falecimento no final do último mês de março.

André Souza Santos, irmão da vítima, explicou que Gedázio foi encaminhado para atendimento em um posto de saúde do Bairro Morada Nova no último dia 16 de março, e depois foi encaminhado para a UAI Planalto. Ele apresentava sintomas de um Acidente Vascular Cerebral (AVC), mas foi medicado como se estivesse apenas com uma sinusite.

Continua após a publicidade

Gedázio foi liberado para voltar pra casa, mas ainda sentia fortes dores de cabeça. Depois, a família o levou até a UAI Luizote, mas explicou que ocorreram os mesmos procedimentos. O homem faleceu na manhã do dia 25 de março. E André reclamou de como seu irmão ficou internado no local.

“Meu irmão estava em um quartinho nos fundos, em cima de uma cama como se fosse um indigente. Com isso a gente fica indignado”, desabafou.

Informações: Anderson Magrão


Comments are closed.