Motorista de aplicativo é feito refém e suspeitos são abordados por viatura

Um motorista de aplicativo foi feito refém por uma quadrilha composta por quatro integrantes na madrugada desta terça-feira (3) em Belo Horizonte. De acordo com a PM, o motorista recebeu a chamada para uma corrida de uma mulher na rua Leopoldo Gomes, no bairro Pompeia, na região Leste de Belo Horizonte.

O motorista informou aos militares que foi surpreendido por jovens que renderam a vítima usando um simulacro de arma de fogo.

Depois de circularem por mais de uma hora com o motorista, os suspeitos foram abordados por uma viatura da Rotam, quando trafegavam pela contramão na Avenida Santa Albertina, no bairro Casa Branca, também na região Leste da capital.

Os suspeitos confirmaram que iriam usar o carro da vítima, um Fiat Punto para comprar drogas e armas. A polícia prendeu em flagrante o jovem Bruno Henrique Lucas Martins, de 18 anos e apreendeu três menores, dois de 16 anos e um de 15.

A ocorrência foi encerrada no Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Autor de Ato Infracional – CIA/BH, no bairro Barro Preto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Volta do feriado expõe limite de rodoviária no centro de BH

Genro agride e carboniza sogra em Poços de Caldas