Quinze detentos foram surpreendidos quando tentavam fugir do Complexo Penitenciário Nelson Hungria, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, na madrugada desta quarta-feira (4). De acordo com informações repassadas por agentes penitenciários, os detentos ocupavam a ala 6, do anexo 3 e apenas aguardavam o cair da madrugada para fugir.

Os agentes encontraram grades de celas cortadas, cordas feitas com lençóis e ganchos que seriam usados pelos presos para efetuar o plano de fuga.

Os detentos tiveram a fuga frustada e foram remanejados para outras alas do complexo penitenciário. Neste momento, agentes penitenciários do Comando de Operações Prisionais Especiais (COPE) estão na Nelson Hungria executando revista pente-fino para constatar se há outras grades serradas.

Continua após a publicidade

A tentativa de fuga desta madrugada acontece exatamente uma semana após os agentes penitenciários deterem. Um total 20 detentos do pavilhão três, que abriga exclusivamente criminosos ligados a facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), enquanto tentavam escavar uma das celas que o levariam em direção a um dos muros da unidade prisional.

Junto com os bandidos, os agentes penitenciários encontraram serras que seria usadas pelos bandidos para cortar as grades das celas e seis teresas (espécie de corda feita com lençóis) que seriam usadas para os bandidos escalarem os muros da Nelson Hungria e fugirem.


Comments are closed.