A Polícia Civil prendeu um jovem de 22 anos suspeito de matar Thayna Winy Ferreira Silva, de 18 anos, que estava grávida de três meses.

A jovem foi assassinada durante uma festa, no dia 3 de fevereiro deste ano, no bairro Cidade Verde, em Betim, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

De acordo com as investigações, o acusado, que estava realizando uma festa em casa, teria se irritado com a presença de um grupo convidado por outro amigo. Ele chegou a proibir a entrada dessas pessoas na festa, ameaçando-as com um revólver.

Continua após a publicidade

Houve uma discussão e o homem saiu correndo atrás das pessoas na rua. Como estava grávida, Thayna preferiu não correr, permanecendo no portão da casa, onde foi atingida com um tiro no peito.

A arma usada no crime não foi encontrada e o jovem teria fugido após o crime. Somente dias depois que ele se apresentou na delegacia acompanhado de um advogado.

De acordo com o delegado Otavio de Carvalho, o acusado será indiciado por homicídio qualificado e aborto, uma vez que sabia que a jovem estava grávida. “Ele não conhecia a vítima e nega o crime, mas foi reconhecido pelas testemunhas como autor do crime”, afirma.

Carvalho ainda informou que o suspeito tem passagem na polícia e já foi preso por receptação de veiculo furtado, associação criminosa, estelionato  e falsificação de documento.


Comments are closed.