A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) emitiu na tarde desta quarta-feira um auto de infração à mineradora Anglo American referente ao vazamento do mineroduto Minas-Rio. Além de determinar uma série de medidas ambientais, a Semad multou a empresa em R$ 125.592.097,99.

O vazamento aconteceu no dia 12 de março, em Santo Antônio do Grama, na Zona da Mata. De acordo com a Semad, uma nova multa referente ao segundo vazamento, no dia 29 de março, ainda será aplicada.

Em nota, o órgão informou que o cálculo foi feito levando em conta que a Anglo American é uma empresa de grande porte e causou poluição e degradação ambiental, resultando em dano aos recursos hídricos e gerando riscos à saúde pública e bem-estar da população.

Continua após a publicidade

A Semad informa ainda que técnicos visitaram o local no último dia 20 e verificaram o cumprimento das medidas determinadas à empresa no auto de fiscalização. Na ocasião, foram aplicadas novas obrigações ambientais à mineradora. Entre as medidas impostas, a Semad determinou a limpeza imediata da calha do Ribeirão Santo Antônio do Grama, atingido pela polpa de minério, e a retomada do abastecimento de água à população, que foi interrompido em decorrência do vazamento.

Resposta

Em nota, a Anglo American informou que está analisando o auto de infração. A empresa alega ter tomado todas as medidas para a minimização dos efeitos do incidente, o que incluiu a imediata suspensão de suas operações, o trabalho de limpeza do ribeirão Santo Antônio do Grama e o diálogo com os moradores.


Comments are closed.