A Polícia Militar apreendeu, na noite desta terça-feira (3), dois homens suspeitos de comandarem o tráfico no Aglomerado Vila Real, na Pampulha, em Belo Horizonte. De acordo com a polícia, os dois transportavam  228 pedras de crack e 254 pinos de cocaína em um carro. Eles ainda tinham dois kits que transformam pistolas em submetralhadoras e envolvimento com a facção criminosa PCC. 

Ainda segundo a polícia, os presos, de 22 e 21 anos, foram descobertos depois de denúncias anônimas. O suspeito de 22 anos comandava o tráfico na região, já o outro, de 21 anos, era o braço direito do chefe. Os dois estavam em um Fiat Pálio e transportavam a droga do bairro Engenho Nogueiro, na região Noroeste de Belo Horizonte, para o aglomerado.

A dupla tinha um imóvel alugado no bairro Engenho Nogueira. No local foram encontrados R$ 14 mil em dinheiro, uma pistola nove milímetros com carregadores e acessórios que aumentam a potência da arma, munição, drogas como maconha, cocaína e crack, e material para embalagem o material.

Continua após a publicidade

A droga era comercializada por meio de um aplicativo de celular. Outros traficantes vendiam as drogas. Os presos e o material apreendido foram levados para a Central de Flagrantes (Ceflan 1) e os carros apreendidos. Os dois suspeitos já tinham passagens por tráfico de drogas.

PCC

Aos militares a dupla confessou que repassa dinheiro para o PCC e que também pega drogas com a facção criminosa paulista. 


Comments are closed.