Polícia prende dupla ligada ao PCC que comandava tráfico em aglomerado de BH

A Polícia Militar apreendeu, na noite desta terça-feira (3), dois homens suspeitos de comandarem o tráfico no Aglomerado Vila Real, na Pampulha, em Belo Horizonte. De acordo com a polícia, os dois transportavam  228 pedras de crack e 254 pinos de cocaína em um carro. Eles ainda tinham dois kits que transformam pistolas em submetralhadoras e envolvimento com a facção criminosa PCC. 

Ainda segundo a polícia, os presos, de 22 e 21 anos, foram descobertos depois de denúncias anônimas. O suspeito de 22 anos comandava o tráfico na região, já o outro, de 21 anos, era o braço direito do chefe. Os dois estavam em um Fiat Pálio e transportavam a droga do bairro Engenho Nogueiro, na região Noroeste de Belo Horizonte, para o aglomerado.

A dupla tinha um imóvel alugado no bairro Engenho Nogueira. No local foram encontrados R$ 14 mil em dinheiro, uma pistola nove milímetros com carregadores e acessórios que aumentam a potência da arma, munição, drogas como maconha, cocaína e crack, e material para embalagem o material.

A droga era comercializada por meio de um aplicativo de celular. Outros traficantes vendiam as drogas. Os presos e o material apreendido foram levados para a Central de Flagrantes (Ceflan 1) e os carros apreendidos. Os dois suspeitos já tinham passagens por tráfico de drogas.

PCC

Aos militares a dupla confessou que repassa dinheiro para o PCC e que também pega drogas com a facção criminosa paulista. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Belo Horizonte e região metropolitana podem ter chuvas fortes nesta quarta

Segundo Cistri, Samu iniciará operações no Triângulo Norte em junho

Polícia prende dupla ligada ao PCC que comandava tráfico em aglomerado de BH

A Polícia Militar apreendeu, na noite desta terça-feira (3), dois homens suspeitos de comandarem o tráfico no Aglomerado Vila Real, na Pampulha, em Belo Horizonte. De acordo com a polícia, os dois transportavam  228 pedras de crack e 254 pinos de cocaína em um carro. Eles ainda tinham dois kits que transformam pistolas em submetralhadoras e envolvimento com a facção criminosa PCC. 

Ainda segundo a polícia, os presos, de 22 e 21 anos, foram descobertos depois de denúncias anônimas. O suspeito de 22 anos comandava o tráfico na região, já o outro, de 21 anos, era o braço direito do chefe. Os dois estavam em um Fiat Pálio e transportavam a droga do bairro Engenho Nogueiro, na região Noroeste de Belo Horizonte, para o aglomerado.

A dupla tinha um imóvel alugado no bairro Engenho Nogueira. No local foram encontrados R$ 14 mil em dinheiro, uma pistola nove milímetros com carregadores e acessórios que aumentam a potência da arma, munição, drogas como maconha, cocaína e crack, e material para embalagem o material.

A droga era comercializada por meio de um aplicativo de celular. Outros traficantes vendiam as drogas. Os presos e o material apreendido foram levados para a Central de Flagrantes (Ceflan 1) e os carros apreendidos. Os dois suspeitos já tinham passagens por tráfico de drogas.

PCC

Aos militares a dupla confessou que repassa dinheiro para o PCC e que também pega drogas com a facção criminosa paulista. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Belo Horizonte e região metropolitana podem ter chuvas fortes nesta quarta

Segundo Cistri, Samu iniciará operações no Triângulo Norte em junho

Polícia prende dupla ligada ao PCC que comandava tráfico em aglomerado de BH

A Polícia Militar apreendeu, na noite desta terça-feira (3), dois homens suspeitos de comandarem o tráfico no Aglomerado Vila Real, na Pampulha, em Belo Horizonte. De acordo com a polícia, os dois transportavam  228 pedras de crack e 254 pinos de cocaína em um carro. Eles ainda tinham dois kits que transformam pistolas em submetralhadoras e envolvimento com a facção criminosa PCC. 

Ainda segundo a polícia, os presos, de 22 e 21 anos, foram descobertos depois de denúncias anônimas. O suspeito de 22 anos comandava o tráfico na região, já o outro, de 21 anos, era o braço direito do chefe. Os dois estavam em um Fiat Pálio e transportavam a droga do bairro Engenho Nogueiro, na região Noroeste de Belo Horizonte, para o aglomerado.

A dupla tinha um imóvel alugado no bairro Engenho Nogueira. No local foram encontrados R$ 14 mil em dinheiro, uma pistola nove milímetros com carregadores e acessórios que aumentam a potência da arma, munição, drogas como maconha, cocaína e crack, e material para embalagem o material.

A droga era comercializada por meio de um aplicativo de celular. Outros traficantes vendiam as drogas. Os presos e o material apreendido foram levados para a Central de Flagrantes (Ceflan 1) e os carros apreendidos. Os dois suspeitos já tinham passagens por tráfico de drogas.

PCC

Aos militares a dupla confessou que repassa dinheiro para o PCC e que também pega drogas com a facção criminosa paulista. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Belo Horizonte e região metropolitana podem ter chuvas fortes nesta quarta

Segundo Cistri, Samu iniciará operações no Triângulo Norte em junho