Ricardo Oliveira e Otero (duas vezes) marcaram para o Atlético no jogo contra o Ferroviário-CE Fonte: Juarez Rodrigues/E.M/D.A.Press

O Atlético deu um passo muito grande rumo às oitavas de final da Copa do Brasil. Na noite desta quarta-feira, no Independência, o Alvinegro, mesmo com time misto – foram cinco titulares poupados -, goleou o Ferroviário-CE por 4 a 0 sem dificuldades. Os gols do Galo foram marcados por Ricardo Oliveira, Otero, duas vezes, e Erik.

Thiago Larghi aproveitou o duelo contra o frágil adversário para poupar titulares. Foram cinco antes da partida (Patric, Leonardo Silva, Adilson, Elias e Luan) e mais três durante o jogo (Otero, Ricardo Oliveira e Fábio Santos). O pensamento é na final do Campeonato Mineiro, domingo, às 16h, no Mineirão. O Galo pode até perder por um gol de diferença que será bicampeão estadual.

Continua após a publicidade

O jogo da volta contra o Ferroviário será no dia 18 de abril, às 21h45, no estádio Castelão, em Fortaleza.

O foco do Atlético

Mesmo com várias mudanças, o Atlético não teve dificuldades diante de um frágil Ferroviário-CE. O técnico Thiago Larghi promoveu cinco mudanças na equipe. Saíram Patric, Leonardo Silva, Adilson, Elias e Luan, todos poupados, para as entradas de Samuel Xavier, Bremer, Arouca, Gustavo Blanco e Tomás Andrade. E dois deles tiveram participação importante na primeira etapa.

Não demorou muito para a casa dos cearenses cair pela primeira vez no Horto. Logo após a primeira volta no ponteiro, Samuel Xavier deixou o marcador no chão e cruzou para Ricardo Oliveira, livre, cabecear sem chances para o goleiro Léo: 1 a 0.

O Atlético jogou com quase todos os jogadores no campo de ataque. Apesar do amplo domínio, cometeu alguns erros bobos e deu chance para que o Ferroviário-CE levasse perigo nos contra-ataques. No entanto, a equipe visitante tinha dificuldades de chegar ao gol de Victor.

Pelo lado alvinegro, muita troca de passe, inversão de jogadas e chances criadas. Aos 28′, veio o segundo gol. Otero recebeu de Samuel Xavier e, de longe, chutou. A bola desviou no meio do caminho e foi vagarosamente para o gol: 2 a 0.

Aos 39′, veio o terceiro gol atleticano. Otero arrancou, tabelou com Gustavo Blanco e saiu na cara do gol. O camisa 11 apenas deslocou o goleiro Léo e ampliou: 3 a 0.

O Galo voltou com mudanças do intervalo. Ricardo Oliveira e Otero ficaram no vestiário e deram lugar a Erik e Róger Guedes. E a dupla que veio do banco foi responsável, logo aos 4′, por mais um gol alvinegro. Cazares lançou Róger Guedes, que invadiu a área, driblou o defensor e tentou o cruzamento. A bola bateu no goleiro Léo, rebateu no defensor e foi no peito de Erik. Do peito do atacante a bola tomou o caminho das redes, enganando o defensor que estava na linha do gol: 4 a 0.

O Atlético seguiu pressionando, mesmo com a goleada. Gustavo Blanco e Róger Guedes tiveram chance de ampliar. O técnico Thiago Larghi aproveitou a vantagem para poupar mais um titular pensando na final do Campeonato Mineiro. Danilo entrou no lugar de Fábio Santos. Apenas três titulares terminaram a partida em campo: Victor, Gabriel e Cazares.

O Ferroviário-CE teve apenas uma chance de gol, com Túlio, que finalizou para fora após cobrança de falta. O Alvinegro seguiu soberano e teve mais chances de marcar, mas Erik e Bremer pararam em boas defesas do goleiro Léo. Fim de jogo e vitória fácil do Atlético, que agora parte para a decisão do Campeonato Mineiro.

ATLÉTICO 4 X 0 FERROVIÁRIO-CE

Atlético

Victor; Samuel Xavier, Bremer, Gabriel e Fábio Santos (Danilo); Arouca e Gustavo Blanco; Tomás Andrade, Cazares e Otero (Róger Guedes); Ricardo Oliveira (Erik)

Técnico: Thiago Larghi

Ferroviário-CE

Léo, Emerson Santos, Túlio, Erandir e Sávio; Lineker, Mazinho (Robson Simplício) e Janeudo; Luís Soares (Valdeci), Andrei e Juninho Quixadá (Mota)

Técnico: Ademir Fonseca

Gols: Ricardo Oliveira, a 1, Otero, aos 28 e 39 minutos do primeiro tempo; Erik, aos 4 minutos do segundo tempo

Cartões amarelos: Samuel Xavier (ATL); Erandir, Sávio (FER)

Motivo: jogo de ida da quarta fase da Copa do Brasil

Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)

Público: 13.392 torcedores

Renda: R$ 189.475,00

Data e horário: 4 de abril de 2018, às 19h30

Árbitro: Vinicius Furlan – SP (CBF)

Assistentes: Herman Brumel Vani – SP (CBF) e Vitor Carmona Metestaine – SP (CBF)

Superesportes


Comments are closed.