Se você é uma pessoa que adora se deliciar com pratos de dar água na boca a um preço acessível, chegou a hora de reservar em sua agenda a presença na 19ª edição do Comida di Buteco, que acontece de 13 de abril a 13 de maio. Isso porque, pelo quarto ano seguido, a organização do evento decidiu manter o preço máximo dos pratos, unificado em todo o país, em R$ 25,90. São diversas opções de tira-gostos.

Apesar das constantes oscilações econômicas que o Brasil têm vivido nos últimos anos, a manutenção do preço dos petiscos é um grande atrativo para o público. “‘Buteco’ é um lugar bom, bonito e honesto. Um dos objetivos do projeto é fazer com que as pessoas circulem pelo maior número de ambientes possível, e o teto de valor fomenta essa movimentação”, destaca Filipe Tosta, um dos organizadores do concurso.

Ele explica que a “matemática” usada para garantir o preço máximo unificado se deve a um levantamento com mais de mil bares em todas as regiões do país, que leva em conta o preço médio dos petiscos mais vendidos em cada um deles.

Continua após a publicidade

Criatividade. O tema deste ano é livre. Por isso, é necessário que os responsáveis pela elaboração dos petiscos façam pratos que chamem a atenção dos visitantes. Mesmo com preços acessíveis, Tosta destaca que criatividade é a palavra-chave para que os bares participantes obtenham lucros.

Nesta primeira etapa, são escolhidos os melhores “butecos” de cada uma das cidades participantes. Belo Horizonte é um dos centros que têm presença garantida na competição.

Depois de saber quem serão os campeões regionais, uma comissão de jurados visitará, no mês de junho, todos os vencedores para avaliar a performance nas categorias petisco, atendimento, temperatura da bebida e higiene. Cada estabelecimento ganhador receberá a visita de três jurados (um de sua cidade e outros dois de outras localidades). Após isso, já no mês de julho, será anunciado o melhor “buteco” do Brasil.

Novidade. A partir deste ano, o Comida di Buteco ganha mais uma cidade no roteiro do evento: Florianópolis. A capital de Santa Catarina será a 21ª a entrar para a competição. Ao todo, serão 17 bares participantes.

“Estamos com uma expectativa muito alta. Esta será a terceira cidade do Sul do país no evento. Já estamos há quatro anos em Curitiba e Porto Alegre, indo muito bem, então Florianópolis tem tudo para dar certo”, afirma Tosta.


Comments are closed.