Duas pessoas morreram e outras duas ficaram feridas em uma colisão frontal na rodovia AMG–3085, no município de Coronel Pacheco, na Zona da Mata, na manhã deste domingo.

O acidente teria sido provocado depois que um instrutor de autoescola com sinais de embriaguez, que conduzia um dos veículos, invadiu a contramão. A rodovia foi interditada durante os trabalhos de resgate.

De acordo com a Polícia Militar (PM) de Coronel Pacheco, o instrutor estaria voltando sozinho de uma festa em Juiz de Fora, na mesma região, em um Celta.

Continua após a publicidade

Por volta das 7h, ele invadiu a contramão e atingiu um Fiesta com placa de Campinas (SP), que seguia no sentido contrário da rodovia, com três ocupantes.

O motorista, Antônio Lucas Soares, de 67 anos, e o passageiro Antônio Francisco de Assis, 69, morreram na hora e foram retirados das ferragens pelo Corpo de Bombeiros.

O terceiro ocupante do veículo foi socorrido com vida e encaminhado para o Hospital de Pronto-Socorro de Juiz de Fora.

O instrutor de autoescola também teve ferimentos graves e foi levado para o hospital. Segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), ele sentia dor e não teve condições de fazer o teste do bafômetro, mas apresentava sintomas de embriaguez, como olhos vermelhos, fala desconexa e hálito etílico.

“Pelos sinais, a gente fez a prisão dele por homicídio culposo”, afirmou o sargento Wesley Marcos. Segundo ele, o condutor está sob custódia do Estado no hospital.


Comments are closed.