Dois homicídios foram registrados pela Polícia Militar (PM) na madrugada desta segunda-feira (9) em Belo Horizonte. Um deles de um usuário de drogas, no bairro Santa Rita de Cássia, na região Centro-Sul da capital, e o outro de um morador de rua, no bairro São Cristóvão, na região Noroeste.

De acordo com a PM, um homem de 39 anos foi encontrado morto na rua São Tomás de Aquino, no bairro Santa Rita de Cássia, vítima de seis disparos de arma de fogo, sendo cinco nas costas e um na perna esquerda.

A irmã da vítima, que não teve a identidade divulgada, contou aos militares que o irmão era ameaçado há vários anos por uma mulher chamada Valquíria. Na noite desse domingo (8), inclusive, a autora das ameaças teria ligado para a casa do homem dizendo que se ele fosse encontrado na rua iria matá-lo.

Continua após a publicidade

Ainda segundo a irmã da vítima, o irmão tinha problemas psiquiátricos. A morte pode ter relação com uma possível dívida do homem com o tráfico de drogas. A autoria do crime é desconhecida.

A Polícia Civil esteve no local e o caso foi encaminhado para a quinta delegacia da regional sul.

Já no bairro São Cristóvão, um morador de rua conhecido como “Índio” foi morto a tiros na rua Araribá durante a madrugada. Como a vítima não tinha documentos, o nome e a idade são desconhecidos da polícia. 

Outros moradores de rua que vivem no local disseram à PM que um carro de cor escura desceu em alta velocidade pela rua Araribá e disparou várias vezes contra eles. Um dos tiros acertou Indio, que morreu na hora. Um outro homem, de 28 anos, também foi atingido na perna, e foi encaminhado para o Hospital Odilon Behrens.

Por meio das câmeras do Olho Vivo, a PM viu que o veículo mencionado pelos moradores de rua era trata-se de um Fiat Punto, mas a placa não foi identificada pelas imagens.

Nos dois crimes, os autores ainda não foram localizados pela polícia. 


Comments are closed.