220 crianças de 7 a 17 anos estão inscritas em cinco modalidades esportivas

O Programa Força no Esporte (PROFESP), também conhecido como ‘Segundo tempo’, reinicia seus trabalhos na cidade. A abertura oficial acontece nesta sexta-feira (13), em um evento de abertura às 9h, no ginásio do 36º Batalhão de Infantaria Mecanizado (36º BiMec). A iniciativa é realizada em parceria envolvendo o batalhão, a Prefeitura de Uberlândia e a Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel).

O programa conta com 220 crianças de 7 a 17 anos, inscritas nas modalidades atletismo, vôlei, basquete, futsal e futebol,com aulas duas vezes por semana.  O objetivo é democratizar o acesso à prática e à cultura do esporte, de forma a promover o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, como fator de formação da cidadania e melhoria da qualidade de vida.

Continua após a publicidade

“Temos 19 núcleos esportivos espalhados pela cidade, que oferecem diversas modalidades olímpicas e paralímpicas. O Segundo Tempo é mais um espaço para o desenvolvimento do esporte na infância e juventude”, destacou Silvio Soares dos Santos, diretor-geral da Futel.

Vagas ampliadas

O projeto atendeu mais de oito mil crianças entre 2005 e 2012, nas gestões anteriores do prefeito Odelmo Leão, e cerca de 120 no ano passado, quando foi retomado. Neste ano, o projeto passou por uma reestruturação e ampliação de vagas e modalidades, para contemplar 220 alunos em cinco modalidades. As crianças de 7 a 13 anos serão inscritas na parte da manhã, enquanto os adolescentes de 14 a 17 serão atendidas no período da tarde.

“A parceria com a Prefeitura de Uberlândia é de suma importância para o desenvolvimento e realização do PROFESP. Aqui, além do esporte, que pode revelar talentos, temos também a responsabilidade de participar na formação do cidadão. A nossa intenção é ampliar cada vez mais o número de vagas, garantindo que mais pessoas tenham acesso ao projeto”, ressaltou o Capitão Pedro Machado, do 36 BIMec.

Transformar vidas

Nos oito anos de atividades em Uberlândia, o ‘Segundo Tempo’ formou cidadãos e transformou vidas, como a do corredor de elite Bruno de Sousa Ferreira, de 22 anos. Em 2007, ele se matriculou em uma das escolinhas da Futel. Hoje, é atleta profissional e coordenador da equipe de atletismo do Cruzeiro Esporte Clube. “Foi um começo tão difícil que até pensei em desistir. No entanto, percebi que meu futuro estava no esporte. Por isso, persisti, treinei muito, superei dificuldades e, em 2012, cheguei ao Cruzeiro, onde me profissionalizei”, contou.

Quando perguntado se valeu a pena, Bruno de Sousa não deixa dúvidas. “É claro que ser persistente me levou a alcançar os objetivos que sempre busquei. Quero dizer às crianças que estão inscritas no programa que, para ser atleta de alto rendimento, é preciso ter dedicação, treinar muito, ser bom filho e não deixar de estudar”, enfatizou.

Prefeitura de Uberlândia


Comments are closed.