O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) denunciou um casal de Visconde do Rio Branco, na Zona da Mata, por estupro e tortura contra uma criança de dois anos. A mãe e o padastro da menina já estão presos desde fevereiro.

De acordo com as investigações, o casal levou a criança ferida ao hospital do município no dia 2 de fevereiro. A mãe e o padastro alegavam que ela havia caído de bicicleta, mas, ao atender a menina, os médicos e enfermeiros constataram a gravidade das lesões e verificaram que não eram compatíveis com a versão apresentada.

A criança apresentava indícios de violência sexual, ferimentos em todo o corpo, várias fraturas e unhas arrancadas. A Polícia Militar e o Conselho Tutelar foram acionados e o casal foi preso em flagrante.

Continua após a publicidade

Se for condenado, o casal pode pegar mais de 100 anos de prisão pelos crimes. Em outra ação, o MPMG vai pedir ainda a destituição de poder familiar da mãe da menina.

Segundo os promotores de Justiça, atualmente a criança já apresenta significativa melhora física e mental e se encontra sob proteção do Serviço de acolhimento familiar.


Comments are closed.