Com o intuito de combater o crime de explosão de caixas eletrônicos no Norte de Minas, o Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (Gaeco) deflagrou, na manhã desta terça-feira (17),a Operação Blindado. O trabalho é feito junto com as polícias Civil e Militar.

Segundo informações do Gaeco – órgão ligado ao Ministério Público – são cumpridos 25 mandados de prisão, sendo 16 de prisão preventiva e nove de prisão temporária. Além disso são 42 mandados de busca e apreensão nos municípios de Montes Claros, Francisco Sá, Bocaiúva e Janaúba.

“Os mandados de prisão e de busca e apreensão foram deferidos e expedidos pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Montes Claros, após requerimento formulado pelo MPMG. Alguns dos alvos da operação já foram denunciados  por formação de organização criminosa”, informou o Gaeco por nota.

Continua após a publicidade

O trabalho investigativo e de inteligência, que teve início em meados de 2016, foi desenvolvido em conjunto pelo Gaeco e pelas Polícias Civil e Militar. Durante as investigações surgiram indícios e provas da prática, pelos investigados, dos delitos de organização criminosa, posse e porte de armas de fogo de uso permitido e restrito, roubos, explosões de caixas eletrônicos e latrocínio.

Foi também constatado, logo no início das investigações, a utilização de veículos blindados pelos investigados, fato que deu origem ao nome da operação ora deflagrada.

Além dos promotores de Justiça do Gaeco de Montes Claros e delegados de Polícia Civil, os trabalhos contam com a participação de 87 policiais militares, 26 viaturas da PMMG, dois helicópteros, cães, 59 policiais civis e 18 viaturas da PC.

 

    

 

 

 


Comments are closed.