A Prefeitura de Belo Horizonte já encaminhou para o Ministério da Integração Nacional um plano de emergência com relação às chuvas. Em coletiva de imprensa concedida nesta quinta-feira (19), o secretário de Obras e Infraestrutura da capital, Josué Valadão, disse que o plano contempla 54 itens e a maioria deles tem relação com a erosão de encostas.

No total, a prefeitura pediu R$72 milhões ao ministério para aplicar na recuperação dos danos causados pelo período chuvoso.

O dinheiro deve ir, por exemplo, para a recuperação da rua Antônio Ribeiro de Abreu – que foi danificada com a cheia do córrego do Onça. O Ministério da Integração tem 15 dias para avaliar os itens listados pela prefeitura.

Continua após a publicidade

O secretário garantiu ainda que a administração municipal deverá arcar com as obras que não tiverem os recursos liberados pelo governo federal.Uma vistoria também deve ser feita pelo ministério.


Comments are closed.