Foi preso na tarde desta quinta-feira o policial militar Gilberto Novaes, de 35 anos, suspeito de matar a ex-companheira Stefhania Ferreira, de 29 anos, em Santos Dumont, na Zona da Mata, no último sábado. Novaes também teria fugido com a filha, de 4 anos, após o crime. Ele foi detido enquanto caminhava nas imediações do shopping Oiapoque, no centro da capital, junto com a criança, que está sob a tutela da PM até a chegada dos familiares. Segundo a corporação, ele estava na capital em busca de documentos falsos.

O ex-policial foi preso em uma força-tarefa da PM por volta das 15h desta quinta-feira. Ele estava sendo monitorado desde o dia do crime. De acordo com o major Santiago, ele teria se hospedado com a criança em um motel nas proximidades do BH Shopping, em Belo Horizonte. Durante a prisão, ele alegou aos militares que tem problemas psicológicos. A polícia ainda não informou para onde o policial será encaminhado, mas disse ter colocado uma uma equipe de acompanhamento psicológico com a criança. Segundo a PM, Novaes é lotado no 29º BPM, em Poços de Caldas, no Sul de Minas, mas trabalhava em Campestre, uma cidade vizinha. O soldado estava afastado há cerca de três meses de suas funções por conta de problemas psicológicos e, segundo a Polícia Militar, já existia um processo de exoneração em curso. A corporação informou que Stefhânia registrou pelo menos três boletins de ocorrência contra o ex-companheiro e a Polícia Militar afirmou ter aberto duas sindicâncias para apurar violência doméstica por parte do policial. A vítima tinha uma medida protetiva contra ele.

Continua após a publicidade

O caso. No último sábado, o ex-policial teria ido até a casa da ex-mulher, que no momento estava com o namorado esperando a entrega de um lanche. Novaes teria esperado o motoboy chegar para entrar na residência. Ele teria entrado no imóvel e disparado diversas vezes contra a ex-mulher

O atual companheiro de Stefhania teria tentado impedir, mas ao ouvir os disparos se escondeu. Uma vizinha de 56 anos, que também escutou os disparos, foi até o local do crime e viu o homem saindo com a filha nos braços. Ele foi visto em um Fiat Pálio da cor cinza escuro fugindo pela BR-040. A mulher morreu no local.


Comments are closed.