Homem é condenado a 24 anos de prisão por estuprar e roubar mulher em Uberlândia

reprodução

Foi condenado a 24 anos e seis meses de prisão em regime fechado Ricardo Modesto de Souza, de 29 anos, por roubar e estuprar uma enfermeira, de 37 anos, no dia 3 de setembro de 2017, no Bairro Umuarama, em Uberlândia. A decisão é em primeira instância e cabe recurso.

No dia do crime, a enfermeira ia para o trabalho, no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), por volta das 6h da manhã, quando foi atacada.

Conforme dá pra ver na imagem de uma câmera de segurança de residência próxima (acima), o autor a abraçou como se tivesse intimidade com a vítima. O autor a conduziu até próximo a linha férrea, onde abusou sexualmente dela. Não era possível ver o rosto do criminoso, pois ele usava capuz.

Ricardo Modesto foi preso poucos dias depois, no dia 7 de setembro, em uma casa no Bairro Tubalina, durante uma ação conjunta entre Ministério Público e Polícia Civil. Ele foi reconhecido pela vítima e também por outra mulher, que também teria sido violentada sexualmente por ele no mesmo lugar e com o mesmo modus operandi.

De acordo com a enfermeira, o estuprador disse que que estava armado com objeto cortante e a obrigou a caminhar com ele até próximo à Rua Levino de Souza, perto da linha férrea.

Ricardo também tem passagens pela polícia por furto e roubo. Ele negou autoria dos estupros e roubo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Dona de loja de roupas suspeita de vender produtos de estelionato

1º Encontro para construção de um Ecossistema de Inovação do Pontal foi promovido na FIEMG em Ituiutaba