reprodução

Foi condenado a 24 anos e seis meses de prisão em regime fechado Ricardo Modesto de Souza, de 29 anos, por roubar e estuprar uma enfermeira, de 37 anos, no dia 3 de setembro de 2017, no Bairro Umuarama, em Uberlândia. A decisão é em primeira instância e cabe recurso.

No dia do crime, a enfermeira ia para o trabalho, no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), por volta das 6h da manhã, quando foi atacada.

Conforme dá pra ver na imagem de uma câmera de segurança de residência próxima (acima), o autor a abraçou como se tivesse intimidade com a vítima. O autor a conduziu até próximo a linha férrea, onde abusou sexualmente dela. Não era possível ver o rosto do criminoso, pois ele usava capuz.

Continua após a publicidade

Ricardo Modesto foi preso poucos dias depois, no dia 7 de setembro, em uma casa no Bairro Tubalina, durante uma ação conjunta entre Ministério Público e Polícia Civil. Ele foi reconhecido pela vítima e também por outra mulher, que também teria sido violentada sexualmente por ele no mesmo lugar e com o mesmo modus operandi.

De acordo com a enfermeira, o estuprador disse que que estava armado com objeto cortante e a obrigou a caminhar com ele até próximo à Rua Levino de Souza, perto da linha férrea.

Ricardo também tem passagens pela polícia por furto e roubo. Ele negou autoria dos estupros e roubo.


Comments are closed.