Gustavo Blanco, aposta de Thiago Larghi, cruzou para Ricardo Oliveira marcar o primeiro gol da vitória Fonte: Ramon Lisboa/E,M/D.A.Press

O Atlético deu um pontapé na sequência de quatro jogos sem vitória. Na tarde deste domingo, no Independência, o Galo bateu o Vitória, por 2 a 1, e somou os primeiros pontos no Campeonato Brasileiro. As apostas feitas por Thiago Larghi surtiram efeito. Gustavo Blanco, que ganhou a vaga de Elias, foi um dos destaques da partida. Ele deu o cruzamento para o primeiro gol, marcado por Ricardo Oliveira. Róger Guedes, que vinha sendo criticado pelo torcedor, teve nova chance e marcou o segundo, após cruzamento de Ricardo Oliveira. No fim, Gabriel fez contra após disputa aérea na área alvinegra.

Thiago Larghi apostou em Blanco, em franca ascensão, no lugar de Elias, que vinha em queda de produção. O volante se destacou com boas chegadas ao ataque, como no lance do primeiro gol, e bons desarmes. Róger Guedes também foi bem, com velocidade pelo lado esquerdo, boas chegadas e presença decisiva para garantir a vitória alvinegra.

Continua após a publicidade

O Atlético volta a campo no próximo domingo, às 16h, contra o Corinthians, no Independência, pela 3ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na próxima rodada, o Vitória joga de novo no Independência. Na segunda-feira da outra semana, o time baiano visita o América, às 20h.

O jogo

O Atlético entrou em campo com novidades. Gustavo Blanco e Róger Guedes foram confirmados no time titular. Como prometido, Thiago Larghi não mudou o esquema alvinegro. Quem perdeu espaço foi Elias, que começou o duelo contra o Vitória no banco de reservas.

O Atlético controlou o duelo no primeiro tempo. No início, no entanto, teve dificuldades para criar devido à marcação do time baiano. Vagner Mancini colocou seus homens para marcarem no campo de ataque e forçou o time de Thiago Larghi a tocar a bola para trás e tentar lançamentos longos. Restou ao Galo apostar na movimentação, principalmente de Gustavo Blanco e Otero.

E foi numa dessas jogadas em velocidade que o Atlético abriu o placar, aos 20. Fábio Santos lançou Gustavo Blanco, posicionado na ponta esquerda. O volante girou, olhou para a área e fez cruzamento perfeito para Ricardo Oliveira subir livre e cabecear para o fundo do gol de Caíque: 1 a 0.

Após o gol, o Atlético passou a encontrar mais espaços, enquanto o Vitória apostava na jogada aérea para tentar o empate. E quem esteve mais perto do gol foi o Galo. Otero acertou o travessão em finalização de fora da área. Na sequência, Blanco recebeu e chutou para grande defesa de Caíque (a bola bateu na trave logo depois). No fim, ainda deu tempo para Otero acertar a trave outra vez em chute de fora da área.

O Atlético voltou para a etapa final tentando cadenciar mais o jogo por causa do placar favorável. Já o Vitória voltou pressionando mais em busca do empate. No entanto, a primeira parte da etapa final foi de muita disputa, muita reclamação com a arbitragem e poucas chances de gol.

Aos poucos, as chances foram aparecendo. A mais clara delas surgiu aos 23’. Blanco errou o passe, Neílton avançou em velocidade, deu linda caneta em Gabriel e finalizou com muito perigo. Quando parecia melhor, o Vitória levou novo golpe. Ricardo Oliveira roubou a bola de Kanu, avançou pelo lado esquerdo e cruzou para Róger Guedes dar leve toque, por baixo do goleiro Caíque, e ampliar: 2 a 0.

Teve tempo ainda para a estreia do volante Matheus Galdezani, reforço que chegou do Coritiba. No lance seguinte, o Vitória diminuiu. Após falta cruzada na área, Gabriel disputou pelo alto e acabou marcando contra: 2 a 1 e vitória alvinegra no Independência.

Veja imagens do jogo entre Atlético e Vitória

ATLÉTICO 2 X 1 VITÓRIA

Atlético

Victor, Patric, Bremer, Gabriel e Fábio Santos; Adilson; Róger Guedes, Gustavo Blanco, Luan (Elias) e Otero (Erik); Ricardo Oliveira

Técnico: Thiago Larghi

Vitória

Caíque; José Welison, Ramon, Kanu e Pedro Botelho (Jeferson); Willian Farias (Guilherme) e Uillian Correia; Rhayner, Yago e Neílton; Denílson.

Técnico: Vagner Mancini

Gols: Ricardo Oliveira, aos 20 minutos do primeiro tempo; Róger Guedes, aos 27, Gabriel (contra), aos 41 minutos do segundo tempo

Cartões amarelos: Ricardo Oliveira, Gustavo Blanco (ATL); Ramon, Uillian Correia, Kanu (Vitória)

Motivo: 2ª rodada do Campeonato Brasileiro

Local: estádio Independência, em Belo Horizonte

Público: 10.423 torcedores

Renda: R$ 128.294,00.

Data e hora: domingo, 22 de abril, às 16h

Árbitro: Grazianni Maciel Rocha – RJ (CBF)

Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa – RJ (FIFA) e Joao Luiz Coelho de Albuquerque – RJ (CBF)

Superesportes


Comments are closed.