Professores das Unidades Municipais de Educação Infantil (Umeis) iniciaram na manhã desta segunda-feira (23) uma greve por tempo indeterminado. Eles reivindicam a equiparação dos salários dos profissionais que trabalham nas Umeis com os do ensino fundamental. 

De acordo com o Sind-Rede, hoje o salário inicial de um professor de uma Umei é de R$ 1.400, já o do fundamental é de R$ 2.200.

O sindicato alega que a equiparação foi uma promessa de campanha do prefeito Alexandre Kalil (PHS). “Houve um compromisso dos então candidatos Kalil e Lamac (vice) de avançar no estabelecimento de uma carreira única para todos os professores municipais. Já temos quase um ano e meio de governo e até hoje as professoras da educaçao infantil continuam com uma carreira tão absolutamente desvalorizada, que se traduz num salario inicial de cerca de R$ 1.200 liquidos”, pondera a diretora do Sind-Rede, Maria da Conceição de Oliveira, de 58 anos.

Continua após a publicidade

Na manhã desta segunda, os professores se reuniram na praça da Estação, no centro de BH, onde definiram pela continuidade da greve e seguiram em protesto até a sede da prefeitura, na avenida Afonso Pena.

A categoria estima  uma participação de 80% dos professores na greve que se iniciou nesta segunda. Segundo a prefeitura, a capital conta com mais de 15 mil professores da educação infantil.

Atualizada às 10h40


Comments are closed.