A adolescente Kailane Gabrielli, de 14 anos, permanece desaparecida na cidade de Nova Ponte desde o dia 2 de fevereiro. Sem ainda ter notícias do paradeiro da garota, sua família agora reclama do descaso do poder público e das autoridades a respeito do caso.

A equipe de reportagem da TV Vitoriosa se deslocou até o município para falar com o delegado da 9ª Delegacia de Polícia Civil de Nova Ponte, Eduardo Alves Garcia, a respeito do caso. Mas no momento, se encontra de licença.

Continua após a publicidade

William Terra, padrasto de Kailane, cobrou um posicionamento e mais empenho das autoridades a respeito do caso. “Tá faltando um pouco de empenho. O delegado falou que o (teste de) DNA ia ficar pronto em 15 dias, e até hoje, nada”, disse.

O principal suspeito do desaparecimento de Kailane é um homem de 39 anos, conhecido como João Paulo, que teria se relacionado com a jovem antes do sumiço. Ele se encontra preso no município de Perdizes.

Relembre o caso

Kailane Gabrielli foi vista pela última vez no dia 2 de fevereiro. Seus familiares decidiram tentar encontrá-la por conta própria na zona rural de Nova Ponte e até organizaram grupos no WhatsApp para conseguir mais informações.

O irmão da adolescente chegou a afirmar que encontrou uma blusa de frio de Kailane no meio de um matagal, mas as buscas sempre terminaram em frustração para seus familiares.

A Polícia Civil de Nova Ponte deu início às investigações para descobrir o paradeiro da adolescente. Na época, os policiais trabalhavam apenas com a hipótese de Kailane estar viva.

Saiba Mais

Família pede ajuda para encontrar adolescente de 14 anos que desapareceu em Nova Ponte

Adolescente de 14 anos continua desaparecida em Nova Ponte

Informações: Anderson Magrão


Comments are closed.