Mano Menezes terá fartura de opções para escalar o Cruzeiro contra chilenos na quinta-feira Fonte: Alexandre Guzanshe/E.M./D.A.Press

O Cruzeiro fez nesta terça-feira seu penúltimo treinamento antes do jogo decisivo contra a Universidad de Chile, às 19h15 de quinta, no Mineirão, pela quarta rodada do Grupo 5 da Copa Libertadores. Como estava previsto, a imprensa só acompanhou o trabalho de aquecimento. Com exceção do atacante Fred, que se recupera de cirurgia de reconstrução do ligamento cruzado anterior do joelho direito e só volta no fim do ano, o grupo inteiro está à disposição do técnico Mano Menezes para encarar os chilenos.

O atacante Raniel, inclusive, disse no acesso a um dos campos da Toca II que tinha condições de jogar caso o treinador optasse por sua entrada. O camisa 17 não atua há pouco mais de três semanas em decorrência de desgaste muscular na coxa direita.

Continua após a publicidade

A tendência, porém, é que Sassá seja a referência no ataque diante da Universidad. O jogador suportou bem os 90 minutos do confronto contra o Fluminense, do qual o Cruzeiro saiu derrotado por 1 a 0, nesse domingo, no Maracanã.

O lateral-direito Edilson, o lateral-esquerdo Egídio e o volante Ariel Cabral, todos eles poupados no Rio de Janeiro, devem retomar a titularidade na Libertadores. O mesmo vale para Arrascaeta, que entrou no segundo tempo do revés para o Flu e teve duas grandes oportunidades para balançar a rede: chutou uma bola na trave e outra em cima do goleiro Júlio César.

A assessoria do Cruzeiro comunicou que o treinamento desta quarta-feira será totalmente fechado. Não haverá, portanto, entrevistas coletivas na Toca II. Assim, o mistério sobre a equipe só será desvendado uma hora antes do duelo com a La U.

Terceiro colocado do Grupo 5, com dois pontos, o time azul precisa ganhar por dois gols de diferença da Universidad de Chile para assumir a vice-liderança da chave. Os chilenos ocupam o segundo lugar, com cinco pontos, dois a menos que o primeiro Racing. Somando apenas um ponto, o Vasco é o lanterna do grupo.

Superesportes


Comments are closed.