Keno festeja com Dudu depois de abrir o placar ao desviar de cabeça cruzamento de Marcos Rocha Fonte: AFP/Juan Mabromatae

O Palmeiras está nas oitavas de final da Copa Libertadores da América. Nesta quarta-feira, o Verdão encarou o Boca Juniors em La Bombonera, jogou bem e venceu por 2 a 0. Os gols de Keno e Lucas Lima garantiram a classificação palestrina com duas rodadas de antecedência na fase de grupos.

O jogo foi em Buenos Aires, mas os primeiros dez minutos davam a impressão de que a partida era no Allianz Parque. O Alviverde começou o duelo pressionando o Boca Juniors e sem deixar os donos da casa saírem jogando.

Continua após a publicidade

Com o tempo, o duelo ficou mais equilibrado e os dois times começaram a marcar a partir de seu campo defensivo. Com duas linhas de quatro bem postadas, o Palmeiras conseguia não sofrer sustos e ainda levar perigo no ataque.

Sem um meia de ligação, já que Cardona esteve no banco de reservas, o Boca tinha muitas dificuldades para furar o bloqueio defensivo visitante. A única opção de perigo era pelo lado esquerdo, onde Marcos Rocha e Keno tinham muito trabalho para conter Pavón.

E em uma dessas ironias do futebol, foi justamente de Marcos Rocha a assistência para Keno, de cabeça, abrir o marcador já aos 39 minutos do primeiro tempo. Antes do intervalo, Ábila ainda perdeu uma chance inacreditável de empatar e balançou as redes em jogada parecida e bem anulada pela arbitragem.

Na etapa final, o Palmeiras foi novamente prejudicado pela arbitragem. Tevez recuou mal e Lucas Lima driblou o já amarelado Magallán, que fez nova falta. A arbitragem marcou apenas a falta.

Polêmicas à parte, o Verdão mudou completamente sua estratégia para o jogo. Passou a apostar nos contra-ataques, mas recuou demais e começou a sofrer pressão do Boca Juniors. Quando conseguia desafogar e chegar ao ataque, quase sempre pegava os xeneizes no mano a mano.

E foi desta maneira que, após desperdiçar contra-ataque com Keno, o Maior Campeão do Brasil ampliou na Bombonera. Em lançamento para Dudu, o goleiro Rossi deixou a meta para cortar de cabeça e trombou com um companheiro. A bola sobrou para Willian, que tentou por baixo, mas Vergini impediu. Lucas Lima ficou com a sobra, bateu primeira na zaga, e depois conseguiu encobrir o goleiro para ampliar o placar e garantir o triunfo fora de casa.

BOCA JUNIORS 0 X 2 PALMEIRAS

BOCA JUNIORS

Rossi; Jara, Vergini, Magallán e Mas; Nández, Sebastián Pérez (Reynoso) e Pablo Pérez; Carlos Tevez (Walter Bou), Pavón e Ábila

Técnico: Guillermo Schelotto

PALMEIRAS

Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Babosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Lucas Lima (Moisés); Keno (Hyoran), Dudu e Miguel Borja (Willian)

Técnico: Roger Machado

Data: 25 de abril de 2018, quarta-feira

Local: Estádio La Bombonera, em Buenos Aires

Árbitro: Roberto Tobar (CHI)

Assistentes: Claudio Rios (CHI) e José Retamal (CHI)

Cartões amarelos: Magallán, Nández, Pablo Pérez e Ábila (BOCA); Marcos Rocha, Hyoran e Keno (PALMEIRAS)

GOLS: Keno, aos 39min do 1ºT; Lucas Lima, aos 22min do 2ºT

Superesportes


Comments are closed.