Os professores de escolas e universidades particulares de Belo Horizonte fizeram um protesto na porta do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) na manhã desta quinta-feira.

Em alguns momentos, eles ocuparam uma faixa da via. No entanto, ao invés de raiva dos motoristas, eles ganharam o apoio, com buzinaços como incentivo.

No vídeo acima, você pode ver um pequeno registro do apoio dos motoristas aos professores, que prometiam, em carro de som, fazer a maior paralisação da história da categoria.

O protesto

Segundo o Sinpro-MG, mais de trezentos professores compareceram à porta do TRT. No local, eles fizeram um protesto com faixas e cartazes sobre a greve iniciada nesta quarta (25).

O protesto foi acompanhado de perto pela Polícia Militar (PM). Os professores ocuparam a avenida Getúlio Vargas, no sentido bairro, mas somente nos momentos em que o semáforo em frente ao prédio do TRT estava fechado.

Motivo da paralisação

Entre os motivos da paralisação iniciada pelos professores, estão as mudanças propostas pelo Sinep na convenção coletiva da categoria, como o fim da concessão de bolsas de estudo para os filhos dos docentes e do adicional por tempo de trabalho, além da extinção dos intervalos de 15 minutos após a conclusão de três horas-aula.

A categoria também cobra aumento salarial de 4,75%, enquanto o sindicato das empresas oferece 1%.


Aprenda como fazer uma 'Amoeba' caseira

Comments are closed.