Cruzeiro perdeu para Grêmio e Fluminense (1 a 0), ambos por 1 a 0, pelo Campeonato Brasileiro Fonte: Lucas Merçon/Fluminense

Derrotado nas duas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro tentará escapar de seu pior início em 58 participações na competição na partida contra o Internacional, às 19h deste domingo, no Beira-Rio. Para isso, precisará de empate ou vitória em Porto Alegre, evitando assim sequência semelhante à de 1984, quando perdeu três confrontos.

O regulamento daquela edição do campeonato separava 40 clubes em oito grupos de cinco. Os três melhores de cada chave avançavam à segunda fase. Os times que terminassem em quarto lugar se enfrentavam na repescagem, com os quatro ganhadores se juntando aos 24 previamente classificados.

Continua após a publicidade

O Cruzeiro fracassou em um grupo relativamente fácil e foi derrotado por América-RJ, Brasil-RS e Rio Branco-ES. Ainda perdeu o quarto duelo, para o Atlético-PR.

A tentativa de reação foi em vão. Nos jogos restantes, o time ganhou dois e empatou dois, porém ficou na lanterna do Grupo F, com apenas seis pontos. A 33ª colocação geral foi a pior do clube.

Nas edições de 1988, 1994, 1997, 2000, 2001, 2002, 2007, 2011, 2015 e 2016 o Cruzeiro também ficou sem ganhar nos três primeiros duelos, mas contabilizou ao menos um empate nas séries. Por outro lado, faturou três vitórias em 1971, 1990 e 2008.

Nos anos em que foi campeão, o time cinco estrelas obteve duas vitórias e um empate contra os três adversários iniciais em 1966, 2003 e 2014. Em 2013, a caminhada rumo à taça começou com um triunfo, um empate e um revés.

Cenário em 2018

Com as atenções divididas entre Libertadores e Brasileiro, o Cruzeiro perdeu por 1 a 0 para Grêmio, no Mineirão, e Fluminense, no Maracanã. A consequência dos tropeços é a penúltima posição na tabela. A equipe do técnico Mano Menezes só leva vantagem sobre o Paraná porque sofreu menos gols (-2 a -5).

Neste domingo, Mano deve mandar a campo uma equipe alternativa, pois a prioridade é preservar os titulares visando ao duelo com o Vasco – às 21h45 de quarta-feira, em São Januário, pela quarta rodada do Grupo 5 da Libertadores. A formação que treinou nessa sexta-feira, na Toca da Raposa II, teve Rafael; Ezequiel, Manoel, Murilo e Marcelo Hermes; Lucas Romero, Bruno Silva, Mancuello e Robinho; Rafael Sobis e Raniel.

Uma das lideranças do elenco, o meia Robinho afirmou que a reação tem de ocorrer o mais rápido possível. “O elenco foi montado para momentos como esse e agora o elenco tem que começar a dar resposta. O Campeonato Brasileiro está começando, com jogos muito mais difíceis. Quem entrar tem que dar o melhor, porque precisamos nos recuperar na competição. Então, um grande jogo contra o Internacional, uma vitória contra o Internacional, será muito importante para a gente voltar a vencer a ganhar moral no campeonato”.

Superesportes


Comments are closed.