Escalado no ataque, Rafael Sobis não conseguiu produzir lances de perigo no duelo contra o Inter Fonte: Ricardo Duarte/Internacional

Rafael foi o grande responsável por garantir ao Cruzeiro o primeiro ponto no Campeonato Brasileiro. Com boas defesas no segundo tempo em chutes de William Pottker e Lucca, o substituto de Fábio segurou o empate por 0 a 0 diante do Internacional, no Beira-Rio, pela terceira rodada da competição. Revelado na categoria de base da Raposa, o goleiro de 28 anos completou neste domingo o 100º jogo pelo clube.

Formado por reservas, o Cruzeiro pouco criou no setor ofensivo. O goleiro Danilo Fernandes, do Inter, não fez uma defesa sequer. As oito finalizações celestes ao longo dos 90 minutos foram fora do alvo. O Inter, por sua vez, teve 58% de posse de bola e chutou 19 vezes em direção à meta adversária. Além das intervenções de Rafael, o Colorado chutou acertou vez o travessão, com o atacante Lucca, e saiu de campo lamentando as chances desperdiçadas.

Continua após a publicidade

Com o empate, o time celeste fica em 18º lugar na terceira rodada, mas pode subir um degrau na tabela se o América ganhar do Vitória nesta segunda-feira, no Independência, por dois gols de diferença. Já o Inter, que está em nono, torce por tropeço do Coelho para seguir nessa posição.

Na quarta-feira, às 21h45, o Cruzeiro volta as atenções para a Copa Libertadores. O jogo será contra o Vasco, em São Januário, pela quinta rodada do Grupo 5. Vitória no Rio de Janeiro poderá encaminhar a classificação azul para as oitavas de final.

O jogo

Por conta do compromisso contra o Vasco, pela Copa Libertadores, o técnico Mano Menezes poupou todos os titulares, desgastados após a vitória de quinta-feira sobre a Universidad de Chile por 7 a 0, no Mineirão. O jogo contra o Internacional em Porto Alegre era uma oportunidade para atletas pouco aproveitados em 2018 mostrarem serviço, casos do lateral-direito Ezequiel, do lateral-esquerdo Marcelo Hermes e do zagueiro Manoel. O volante Bruno Silva, contratado por R$ 5 milhões ao Botafogo, e o atacante David, comprado por R$ 10 milhões ao Vitória, também começaram entre os onze iniciais.

A equipe alternativa foi distribuída no 4-2-3-1, com Lucas Romero sendo o principal responsável pela proteção à zaga, Mancuello na armação, Robinho e David abertos na penúltima linha, e Rafael Sobis centralizado no ataque. Na prática, o Cruzeiro não conseguiu assustar o goleiro Danilo Fernandes no primeiro tempo e passou grande parte dos 45 minutos se defendendo. Só que a posse de bola de mais de 60% do Inter era improdutiva. Na etapa inicial, os gaúchos só chegaram com perigo em cobranças de falta de D’Alessandro e Fabiano e num cabeceio de William Pottker.

Quase no fim do primeiro tempo, o atacante David sentiu dores na parte posterior da coxa direita e precisou ser substituído por Raniel no intervalo. Vale ressaltar que o camisa 11 ficou entre dezembro de 2017 e março de 2018 tratando lesão muscular na coxa direita, problema sofrido quando ele ainda defendia o Vitória.

No segundo tempo, o Internacional continuou com mais volume de jogo e passou a criar boas oportunidades. Por duas vezes, William Pottker tentou em chutes na entrada da área, mas Rafael estava bem posicionado e conseguiu defender. Aos 27min, o time celeste contou com a sorte, pois a conclusão de fora da área de Lucca bateu no travessão. Aos 30min, Lucca tentou novamente, após bola espirrada, e parou em mais uma grande intervenção do camisa 12 cruzeirense.

O Colorado seguiu pressionando no restante do confronto, porém não conseguiu balançar a rede. Desta forma, o Cruzeiro somou seu primeiro ponto no Brasileiro. No próximo domingo, às 16h, o desafio é conquistar a vitória em duelo com o Botafogo, no Mineirão.

INTERNACIONAL 0X0 CRUZEIRO

INTERNACIONAL

Danilo Fernandes; Fabiano, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado (Wellington Silva, aos 44min do 2ºT), Edenílson (Nico López, aos 25min do 2ºT), Patrick e D’Alessandro; William Potker e Leandro Damião (Lucca, aos 19min do 2ºT)

Técnico: Odair Hellmann

CRUZEIRO

Rafael; Ezequiel, Manoel, Murilo e Marcelo Hermes; Bruno Silva e Lucas Romero; Robinho, Mancuello (Ariel Cabral, aos 31min do 2ºT) e David (Raniel, no intervalo); Rafael Sobis (Rafael Marques, aos 36min do 2ºT)

Técnico: Mano Menezes

Cartões amarelos: Leandro Damião, aos 40min do 1ºT. Lucca, aos 38min, Iago, aos 43min do 2ºT (INT); Marcelo Hermes, aos 4min do 1ºT (CRU)

Motivo: 3ª rodada do Campeonato Brasileiro

Estádio: Beira-Rio

Data: domingo, 29 de abril de 2018

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa/RJ)

Assistentes: Rodrigo Figueiredo H. Correa (Fifa/RJ) e Thiago Henrique Neto Farinha (CBF/RJ)

Assistentes adicionais: Rodrigo Nunes de Sá (CBF/RJ) e Alexandre Vargas Tavares de Jesus (CBF/RJ)

Pagantes: 18.588

Presentes: 24.161

Renda: R$ 816.055,00

Superesportes


Comments are closed.