Suspeito de furtar loja de roupas em Capinópolis é preso e faz ameaças

Segundo a PM, o suspeito é agente contumaz na prática criminosa contra o patrimônio

em 16 de abril de 2018 9:59:46 AM
0

CAPINÓPOLIS, MINAS GERAIS – A Polícia Militar (PM) de Capinópolis prendeu um suspeito de furto a uma loja de confecções no início da madrugada do último domingo (15) de abril.

Segundo ocorrência registrada pela PM, militares faziam patrulhamento pela avenida 101,  no Centro da cidade, quando avistaram dois indivíduos em atitude suspeita, com dois volumes nas costa – ao avistarem a guarnição policial, os suspeitos jogaram os objetos no chão e fugiram correndo. Os volumes eram duas cortinas que embalavam calças, camisetas e blusas. A Polícia chegou a identificar um dos suspeitos, que trajava camiseta laranja. Os militares conseguiram localizar a loja na avenida 101 que havia sido alvo dos criminosos.

Publicidade

Diligências e intenso rastreamento durante a madrugada resultaram em pistas que levaram até Fernando Moraes da Silva, 33 anos, vulgo “Fernandinho” no bairro Liberdade. A prisão do suspeito ocorreu na tarde de domingo (15) – a camiseta laranja, supostamente utilizada durante o crimes, estava sob uma mala no quarto do suspeito.

O suspeito foi encaminhado ao pronto atendimento local para averiguação da integridade física.

Fernando negou ser o autor do furto. Segundo a PM, o suspeito é contumaz na prática de crimes contra o patrimônio e chegou a dizer em outras abordagens policiais que é ladrão e que não vai parar de roubar. O suspeito estava preso recentemente em Itumbiara (GO), também suspeito de furto.

O suspeito afirmou aos policiais que fará vingança quando sair da cadeia. Afirmou ainda que furtará armas de um colecionador em Capinópolis. As afirmações estão registradas no Reds.

A PM faz rastreamentos para identificar e prender o segundo suspeito do furto. As roupas furtadas foram recuperadas.

Por motivos de força maior, o Tudo Em Dia não exibirá a foto na íntegra.

 


Assista à reportagem sobre a capela construída no meio da mata há 63 anos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite o comentário
Por favor, digite seu nome