Marquinhos comemora primeiro gol do triunfo do Coelho sobre o Vitória no Independência Fonte: Ramon Lisboa/E.M/D.A.Press

O América comemorou seus 106 anos em grande estilo! Com muita emoção e um jogador a menos no final da partida, o Coelho bateu o Vitória por 2 a 1, no Independência, e alcançou a terceira posição no Campeonato Brasileiro. Os gols do triunfo alviverde foram anotados por Marquinhos e Rafael Moura, enquanto Pedro Botelho descontou para os visitantes.

Na próxima rodada, o América vai encarar o Vasco, às 19h de sábado, em São Januário. O Vitória também enfrenta um carioca. O Leão baiano recebe o Fluminense, às 16h de domingo, no Barradão.

Continua após a publicidade

O jogo – Em dia de festa na arquibancada, o primeiro grito da torcida alviverde saiu logo no início da partida. Pressionando o Vitória em seu campo de defesa, o América conseguia trabalhar a bola na intermediária adversária. Aos seis minutos, Serginho recebeu pela direita e cruzou para a área. A bola passou por Rafael Moura e Kanu, mas Marquinhos chegou para completar para as redes. 1 a 0.

Depois do gol, o Coelho se encolheu muito em sua defesa. O time mineiro deu mais espaço ao Vitória, que passou a construir suas jogadas já no campo americano. Aos 20 minutos, Rahyner chutou forte, de longe, com perigo, mas Jori fez boa defesa e espalmou para escanteio.

Na segunda metade da primeira etapa, o América voltou a sua melhor exibição. Retomou a pressão sobre o Leão baiano, conseguia roubar a bola com espaços e agia com rapidez. Aos 34 minutos, Lenadro Donizete deu saída com Carlinhos, que acionou Aylon na esquerda. O camisa 18 encontrou Marquinhos que, da entrada da área, chutou no alto e Caíque salvou.

Um minuto depois, mais avançado em campo, o Coelho conseguiu ampliar. Juninho passou para Serginho. Mais uma vez o meia teve boa visão de jogo e descolou belo lançamento para Rafael Moura. O centroavante alviverde se movimentou atrás da zaga e cabeceou para ampliar: 2 a 0.

No segundo tempo, o América tenta marcar seu terceiro gol e matar o confronto, mas a primeira boa chance foi dos visitantes. Aos sete minutos, Uillian Correia ficou livre na pequena área, mas chutou alto e a bola saiu após raspar no travessão. O Coelho teve criou boas oportunidades, aos nove, 14 e 16 minutos e Marquinhos, Rafael Lima e Serginho erraram por pouco.

O vitória foi para cima na parte final do duelo, buscou os chutes de fora da área, mas sem pontaria. Wallyson, Neilton e Yago finalizam com perigo, mas para fora. Aos 24 minutos, Wallyson completou cruzamento e, mesmo pegando mascado na bola, acerta o travessão de Jori.

Aos 30 minutos, o Vitória conseguiu diminuir. Em falta, Wallyson levantou na área e Pedro Botelho desviou de cabeça, mandando no canto. 2 a 1. O confronto reservava ainda mais emoção para os minutos finais. Leandro Donizete fez falta próximo à área e recebeu o segundo cartão amarelo, sendo expulso de campo. Sem pressa e se defendendo bem, o Coelho conseguiu segurar o resultado.

AMÉRICA 2 x 1 VITÓRIA

América

Jori; Norberto, Messias, Rafael Lima e Carlinhos; Juninho, Leandro Donizete e Serginho; Marquinhos (Zé Ricardo), Aylon (Luan) e Rafael Moura (Gérson Magrão)

Técnico: Enderson Moreira

Vitória

Caíque; José Welison, Kanu, Ramon e Pedro Botelho; Willian Farias (Wallyson), Uillian Correia, Neilton (Guilherme) e Rhayner (Lucas Fernandes); Yago e Denilson

Superesportes


Comments are closed.