PRF prende suspeitos e recupera carga avaliada em R$ 500 mil no Sul de Minas

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu, nesta segunda-feira (30), duas pessoas que fazem parte de uma quadrilha especializada em roubos de carga nas estradas.

A dupla, junto com mais dois homens, roubaram a carga de um motorista de um caminhão. Ele foi obrigado a ajudar a passar a carga, avaliada em meio milhão de reais, para o caminhão dos criminosos. A prisão ocorreu em Estiva, no Sul de Minas.

A PRF chegou até os suspeitos durante uma operação do Dia do Trabalho. A Polícia suspeitou do caminhão trafegando junto com dois carros pela rodovia no sentido São Paulo. A PRF percebeu que um dos carros tinha queixa de roubo e outro veículo estava com placa clonada.

Um carro Acello foi abordado pelos agentes que encontraram com o motorista, de 35 anos, com um Jamer, dispositivo que bloqueia sinais de celulares e de localizadores. Os motoristas do caminhão e do outro veículo fugiram em alta velocidade.

Os policiais chegaram a perseguir o caminhão e o motorista desobedeceu todas as ordens de parada e chegou até mesmo a colidir com o veículo de propósito na viatura da PRF.

Durante a perseguição, o motorista do caminhão acabou abandonando o veículo e entrou em um matagal. Houve perseguição e os policiais conseguiram prender o suspeito de 40 anos. No veículo foram encontradas duas armas sendo uma calibre 12 e outra modelo 586.2, além de munição.

O homem confessou o crime e disse que os outros dois veículos deram apoio ao roubo. A carga foi encontrada no baú do caminhão. Foram roubados 240 notebooks, ainda com notas fiscais, 12 sacos de malha, sete caixas de seringa para injeção, uma caixa grande com equipamento ortopédico e uma serra circular a gasolina. Os outros dois suspeitos fugiram.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PGR denuncia Lula, Palocci e Gleisi por propina da Odebrecht

Aposentada cai em golpe de estelionatários após receber fatura de cartão de crédito bloqueado