Encontramos na Praça da Bíblia uma senhora que, há mais de 5 anos, dorme nas ruas. A família dela vive em um barraco improvisado no Bairro Taiaman, sem muita condição de sobrevivência. Esta é a realidade de milhares de pessoas em situação de rua em Uberlândia. Segundo dados da Prefeitura, os Centros de Referência Especializados em Assistência Social atenderam em 2016 1.110 pessoas nesta situação. Em 2017 este número caiu para 392, e atualmente são 266 atendimentos.

A queda acentuada na busca por abrigo pode ser reflexo de decisões como a dessa família que prefere as ruas. A mulher, que não vamos identificar, diz que prefere ficar na rua do que em albergue, porque lá os mais velhos de casa querem mandar.

Para muita gente eles são quase invisíveis. E talvez por isso a nossa aproximação acaba espantando e eles não gostam muito de conceder entrevista.

Continua após a publicidade

Mas na contramão desta situação, sempre há aquelas pessoas dispostas a estender as mãos … aqueles que são verdadeiros “Anjos das Ruas”. Um grupo de aproximadamente 50 voluntários se reúne todas as noites de terça-feira e oferece 70 refeições aos moradores de rua. Os voluntários chegam 20h30 na igreja São Francisco, no Umuarama, levando alimentos e também o que os moradores de rua mais querem – um abraço, uma conversa. E o encontro é sempre regado a orações, amor e carinho.

O “Anjos das Ruas” é uma das ações da ONG Casa Santa Cecília. O local tem capacidade para 12 pessoas em situação de rua. O objetivo é ajudá-las a se reerguer para seguir a vida com dignidade. Lá eles recebem moradia, alimentação, assistência médica e novos documentos pessoais.

O jardineiro e pintor Cironei de Cássio precisou da acolhida e mudou de vida. Ele conta que veio para Uberlândia há 7 anos. Enquanto trabalhava em uma empresa, adquiriu uma hérnia e precisou se afastar. Mas foi demitido, motivo que o levou a viver nas ruas por 9 meses. A Casa Santa Cecília o recebeu de braços abertos e ele mora lá há 1 ano e meio, trabalhando nos projetos da ONG.

E com o frio se aproximando, um novo desafio bate à porta dos “Anjos das Ruas” – a Campanha do Agasalho. Se você puder ajudar com doações de agasalhos e cobertores, leve sua oferta na Casa Santa Cecília, na Avenida Virgílio Carrijo, nº 290, Bairro Minas Gerais. Ou entre em contato com os voluntários pelas redes sociais facebook e instagram – “Anjos das Ruas”

 Fonte: Portal V9 – leia


Comments are closed.