Uma mulher de 35 anos está presa suspeita de matar o companheiro, o pai das duas filhas dela, de 1 ano e 6 meses e 3 anos, na noite dessa quarta-feira (2), em Mateus Leme, na região metropolitana de Belo Horizonte.

A suspeita contou à Polícia Militar (PM) que chegou a um sítio, no bairro Jardins, com Fabrício Alves de Oliveira, 31, de táxi. O homem foi para cozinha, onde começou a usar maconha e crack. Ele já estava embriagado, de acordo com ela.

Ela pediu para ele parar de usar drogas, porque as duas filhas estavam lá. Ele, contudo, não aceitou o pedido dela e os dois começaram a discutir. Exaltado, a vítima deu socos e agarrou o pescoço da mulher.

Continua após a publicidade

Ainda, segundo o relato da suspeita, ela conseguiu escapar e correu para a varanda. O homem foi para um quarto e pegou uma foice, indo atrás dela. Ele a atingiu com a ferramenta e machucou o couro cabeludo dela, de modo leve, porque ela conseguiu se defender com um dos braços.

Neste momento, a filha mais velha do casal pediu para eles pararem. Oliveira pegou a filha, armou-se com uma faca e saiu, como se estivesse indo embora do local.

No caminho, ele tropeçou em uma pedra e caiu. A mulher alegou que pegou a faca e eles brigaram mais uma vez, até que ela o golpeou.

A suspeita pegou uma toalha para tentar estancar o sangue e chamou socorro. Ela ligou também para o dono do imóvel, que chamou a PM.

A perícia esteve no local e constatou que ele foi atingido por um golpe na clavícula, do lado esquerdo e também no rosto.

A suspeita foi encaminhada para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade e levou 4 pontos no couro cabeludo. Ela também tinha hematomas nos braços e nas costas e cortes nos lábios. Depois, ela foi encaminhada para a delegacia de plantão em Betim.

As duas crianças ficaram aos cuidados do Conselho Tutelar.


Comments are closed.