No confronto em Avellaneda, dia 27 de fevereiro, Racing venceu o Cruzeiro por 4 a 2 Fonte: Ramon Lisboa/E.M/D.A.Press

O duelo entre Cruzeiro e Racing, dia 22 de maio (terça-feira), às 21h30, no Mineirão, será uma espécie de ‘final’ do Grupo 5 da Copa Libertadores. Após a vitória sobre a Universidad de Chile por 1 a 0, nesta quinta-feira, no El Cilindro, os argentinos retomaram a liderança da chave, com 11 pontos. Já os mineiros, que golearam o Vasco por 4 a 0, nessa quarta-feira, em São Januário, contabilizam oito pontos e estão virtualmente classificados por causa da diferença de 15 gols de saldo ante o time chileno (+9 a -6).

É justamente por conta da vantagem no principal critério de desempate que a Raposa precisará de simples triunfo diante de sua torcida para passar à frente no grupo e celebrar a primeira colocação. Com sete gols de saldo, o Racing tentará segurar ao menos um empate em BH. No primeiro jogo entre as equipes, em 27 de fevereiro, La Academia saiu vitoriosa: ganhou por 4 a 2, com direito a ‘hat-trick’ de Lautaro Martínez. Arrascaeta e Robinho anotaram os tentos cruzeirenses.

Continua após a publicidade

Depois do revés na estreia, o Cruzeiro amargou outros dois tropeços: empatou no Mineirão com o Vasco e em Santiago com La U (ambos por 0 a 0). A reação foi iniciada no reencontro com a Universidad, quinta-feira passada, em Belo Horizonte: vitória por 7 a 0. Nessa quarta, mais um triunfo por diferença elástica, dessa vez sobre o Vasco: 4 a 0.

O Racing atingiu 100% de aproveitamento como mandante. Além de superar Cruzeiro e La U, venceu o Vasco por 4 a 0. Fora de casa, empatou por 1 a 1 os embates com chilenos e cariocas.

Os líderes da fase de grupos da Libertadores terão a vantagem de jogar a partida de volta das oitavas de final em seus respectivos estádios. Os cruzamentos serão definidos por meio de sorteio da Confederação Sul-Americana de Futebol.

COPA SUL-AMERICANA

Derrotada nesta quinta, a La U encerrará sua participação na fase de grupos da Libertadores também no dia 22, às 21h30, no Estádio Nacional, em Santiago. O confronto com o Vasco não servirá como mero cumprimento de tabela. Vale vaga na segunda fase da Copa Sul-Americana.

Por ter saldo inferior (-9 a -7), o Vasco precisa vencer por dois gols de diferença em Santiago para assegurar a terceira posição. Em caso de triunfo vascaíno por 1 a 0, as duas equipes ficarão rigorosamente empatadas em três critérios de desempate: 1- saldo de gols; 2- gols marcados; 3- gols marcados como visitante. Prevalecerá, então, a melhor colocação da La U no ranking da Conmebol (25º, contra 54º dos brasileiros). Entretanto, se o Vasco ganhar por 2 a 1, contabilizará mais gols como visitante e comemorará o passaporte para a Sul-Americana.

GRUPO 5 DA LIBERTADORES

  1. Racing – 11 pontos ( 7) – 3V, 2E e 0D
  2. Cruzeiro – 8 pontos ( 9) – 2V, 2E e 1D
  3. Universidad de Chile – 5 pontos (-7) – 1V, 2E e 2D
  4. Vasco – 2 pontos (-9) – 0V, 2E e 3D

SEXTA RODADA – 22/05 (terça-feira)

Cruzeiro x Racing – 21h30 – Mineirão

Universidad de Chile x Vasco – 21h30 – Estádio Nacional (CHI)

Superesportes


Comments are closed.